Design Sem Nome (3)

BYD Tan x Volvo XC40 Recharge: duelo de elétricos

Veja qual dos SUVs movidos a eletricidade com preço na faixa dos R$ 400 mil pode ser a melhor escolha


  1. Home
  2. Comparativos
  3. BYD Tan x Volvo XC40 Recharge: duelo de elétricos
Guilherme Silva
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Apresentado na semana passada como o primeiro SUV elétrico de sete lugares do Brasil, o BYD Tan. O modelo ainda não teve o seu preço definido, mas a marca chinesa adiantou que será vendido a partir de janeiro do ano, com preço entre R$ 400 mil e R$ 500 mil. O valor não é baixo, mas se for mantido nessa faixa, ainda será consideravelmente inferior às quantias pedidas pedidos por SUVs elétricos de marcas premium com as mesmas especificações do Tan.

Rdur9030b
BYD Tan começa a ser vendido em janeiro de 2022 e terá preço entre R$ 400 mil e R$ 500 mil
Crédito: Divulgação
toggle button

O WM1 considerou que o BYD Tan será colocado à venda na casa dos R$ 400 mil, e comparou com o que o modelo que a concorrência oferece de mais próximo nessa faixa de preço: Volvo XC40 Recharge (parte de R$ 389.950). Confira a seguir qual deles é a melhor opção entre os SUVs elétricos premium abaixo dos R$ 500 mil.

Xc40 Recharge Pure Electric Fabio Aro (43)
Volvo XC40 Recharge começou a ser vendido em setembro
Crédito: Fábio Aro/Divulgação
toggle button

Dimensões

Rdur8609b
BYD Tan mede quase 5 metros de comprimento e tem bons 2,82 m de entre-eixos
Crédito: Divulgação
toggle button

BYD Tan pode ser considerado um SUV de porte grande, pois mede 4,87 metros de comprimento, 1,72 m de altura, 1,95 m de largura e tem 2,82 m de distância entre-eixos. O porta-malas acomoda 940 litros de bagagem, mas a sua capacidade cai para apenas 235 litros quando a terceira fileira de bancos está em uso para acomodar mais dois passageiros.

Volvo Xc40 Recharge P8 Awd In Sage Green
Volvo XC40 elétrico é consideravelmente menor que o rival chinês
Crédito: Fábio Aro/Divulgação
toggle button

Por sua vez, o XC40 Recharge leva apenas cinco ocupantes e é o menor SUV da Volvo atualmente. O modelo tem 4,42 m de comprimento, 1,64 m de altura, 1,86 m de largura e 2,70 m de entre-eixos. Apesar de ter um porta-malas (414 litros) consideravelmente menor que o do BYD Tan, o XC40 Recharge possui um compartimento dianteiro de 31 litros de capacidade no lugar que é ocupado pelo motor nas versões a combustão.

Motorização e desempenho

SUV elétrico chinês faz de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos
Crédito: Divulgação
toggle button

BYD Tan é movido por dois motores elétricos, um em cada eixo (245 cv na dianteira e 272 cv na traseira), que entregam 517 cv de potência e 69,4 kgf.m de torque combinados. Segundo os dados de fábrica, o SUV de 2.749 kg acelera de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos e atinge a velocidade máxima de 186 km/h (limitada eletronicamente).

Volvo XC40 Recharge também atinge os 100 km/h em menos de 5 segundos
Crédito: Fábio Aro/Divulgação
toggle button

O Volvo XC40 Recharge também é movido por dois motores elétricos que, combinados, entregam 413,6 cv de potência e 67,3 kgf.m de torque. Com 2.184 kg, o Volvo precisa de 4,9 segundos para ir da imobilidade aos 100 km/h e tem velocidade final limitada em 180 km/h.

Autonomia

BYD Tan pode rodar até 472 km em ciclo urbano, segundo a fabricante chinesa
Crédito: Divulgação
toggle button

De acordo com a BYD, o Tan pode rodar até 437 km em ciclo combinado (cidade/estrada). No trânsito urbano, o SUV tem alcance de 472 km, enquanto na estrada a autonomia cai para 395 km. A bateria tem 86,4 kWh de capacidade.

Novo XC40 elétrico roda mais de 400 km com uma carga
Crédito: Fábio Aro/Divulgação
toggle button

A Volvo, por sua vez, informa que o XC40 Recharge tem alcance máximo de 418 km com 100% da bateria de 78 kWh.

Equipamentos de série

BYD Tan tem uma curiosa multimídia com tela giratória
Crédito: Divulgação
toggle button

Ambos são equipados com o que há de mais moderno em termos de tecnologias de assistência de direção: controle de cruzeiro adaptativo, frenagem autônoma de emergência, sensor de ponto cego, assistente de permanência em faixa, além de câmera com visão em 360º, reconhecimento de sinais de trânsito, sensor de chuva, faróis de LED com ajuste automático do facho alto, controles de estabilidade e tração e, pelo menos, seis airbags.

SUV elétrico da Volvo inclui na lista de itens de série a assistente virtual do Google
Crédito: Fábio Aro/Divulgação
toggle button

Os SUVs elétricos contam ainda com ar-condicionado de duas zonas, bancos de couro, central multimídia (no XC40 tem assistente do Google e no Tan a tela pode ser girada para as posições horizontal ou vertical), entre outros. No BYD, as rodas de liga leve são de 22 polegadas, enquanto no Volvo são de aro 20”.

Conclusão

BYD Tan tem credenciais para dar trabalho à concorrência na faixa entre R$ 400 mil e R$ 500 mil
Crédito: Divulgação
toggle button

Se o BYD Tan chegar, de fato, com preço na casa dos R$ 400 mil, será a opção mais vantajosa nessa faixa. Além de ser mais potente, o modelo chinês tem praticamente o mesmo nível de equipamentos de segurança do Volvo, é mais espaçoso e ainda leva dois ocupantes a mais.

Ao Volvo XC40 Recharge resta torcer para o rival chinês chegar em janeiro com preço bem acima dos já citados R$ 400 mil.

Comentários