Tiguan R-Line 350 TSI 0km ou Volvo XC60?

Tiguan R-Line 350 TSi 0 km ou Volvo XC60 seminovo?

Se você tem R$ 220 mil para comprar um SUV médio, essa dúvida pode esbarrar na sua cabeça. E aí, qual a melhor compra?


  1. Home
  2. Comparativos
  3. Tiguan R-Line 350 TSi 0 km ou Volvo XC60 seminovo?
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Hoje vamos (tentar) resolver uma dúvida bem complicada. Você tem família com pelo menos dois filhos, guardou um dinheiro e se planejou para comprar um SUV médio. Chegou a R$ 220 mil para investir. E aí, você vê duas ótimas possibilidades: um Volkswagen Tiguan R-Line 350 TSi 0 km ou Volvo XC60 seminovo?

Não vamos responder essa pergunta com uma conclusão óbvia porque você já conhece os benefícios e as desvantagens de se comprar carros zero km e seminovos. Mas vamos elencar o que cada um deles tem de melhor para ver qual se encaixa melhor com seu perfil.

Tiguan R-Line 350 TSi 0 km ou Volvo XC60

Em termos de preços, nada muito diferente. Um Volkswagen Tiguan R-Line 350 TSI zero km atualmente custa R$ 217.650, mas pode chegar a R$ 226.070 se for equipado com o teto solar panorâmico e tiver alguma cor especial. Por estes valores, você encontra unidades seminovas de 2018 do Volvo XC60 na Webmotors.

 Tiguan R-Line 350 TSI 0 km ou Volvo XC60? Descubra abaixo qual dos dois SUVs combina mais com você
Legenda: Tiguan R-Line 350 TSI 0 km ou Volvo XC60? Descubra abaixo qual dos dois SUVs combina mais com você
Crédito: WM1

Espaço interno e porta-malas

Se estas forem suas prioridades, os dois carros prometem propostas diferentes, apesar de serem quase do mesmo tamanho (o Tiguan tem 4,71 m de comprimento, contra 4,69 m do XC60). Em primeiro lugar deve ser considerada a oferta de assentos: são sete no modelo da Volks e só cinco no carro da Volvo - sete lugares em veículos da marca sueca só no utilitário maior, o XC90. Mesmo assim, adultos vão com mais conforto no SUV da Volvo, já que o XC60 oferece 2,87 m de entre-eixos, contra 2,79 m do Tiguan - resultado de uma plataforma mais nova e avançada.

Já em termos de porta-malas, a vantagem volta para o carro da Volks, que dispõe de 686 litros na posição convencional quando os dois bancos da terceira fileira estão abaixados - e  216 litros se eles estiverem levantados. O Volvo oferece 505 litros de capacidade, o que não é ruim, mas é inferior ao espaço para bagagem do carro alemão.

Vw Tiguan R Line 3799
Volkswagen Tiguan tem 686 litros de porta-malas com os dois últimos bancos abaixados
Crédito: Ricardo Rollo/WM1

Motor e câmbio

Nesse sentido a disputa é muito nivelada, por isso é bom ficar de olho no estado do XC60 seminovo. O Volkswagen Tiguan é equipado com um motor 2.0 turbo com injeção direta capaz de render 220 cv e 35,7 kgf.m de torque, movido por câmbio automatizado de dupla embreagem e tração 4x4 "4Motion".

O Volvo também é guiado por um motor 2 litros turbinado, com os mesmos 35,7 kgf.m de torque, mas com 254 cv de potência. No caso do carro sueco, o câmbio é automático por conversor de torque, de oito marchas, e a tração é integral de maneira permanente - e não sob demanda, como no caso do modelo da Volks.

Vamos aos números de desempenho e consumo da dupla. O Tiguan acelera de 0 a 100 km/h em 6,8 segundos e pode chegar a 223 km/h de velocidade máxima. Já o Volvo faz o 0-100 km/h nos mesmos 6,8 segundos, mas para nos 220 km/h, apenas 3 km/h antes do modelo alemão.

Com dados de performance tão parecidos, o consumo pode ser um diferencial. Como os dois rodam somente com gasolina, fica até mais fácil para fazer a comparação. O Tiguan faz 8,3 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada; já o Volvo XC60 consegue bater 8,5 km/l na cidade e 10,3 km/l em rodovias - números muito próximos, mas ligeiramente melhores para o lado sueco.

Volvo XC60 D5
Volvo XC60 é um dos SUVs médios do segmento premium mais desejados do Brasil
Crédito: Divulgação

Tecnologia embarcada

Outro quesito muito nivelado é a quantidade de equipamentos tecnológicos nos dois carros. É nesse ponto que o status de carro premium pode fazer a diferença para o Volvo, já que é o único entre os dois que oferece um sistema de condução semi-autônoma que podemos chamar de completo, com corretor para escapadas de faixa e ACC com retomadas a partir do zero.

O Tiguan também tem ACC, alerta de colisão e sistema de frenagem de emergência, mas ainda não oferece a tecnologia de manutenção nas faixas - algo que só deve acontecer na reestilização do modelo, programada para o final deste ano.

De resto os dois carros são muito parelhos - nenhum oferece, por exemplo, um carregador de celular sem fio no painel, já que são projetos datados de 2017/2018, quando esse equipamento ainda não era unanimidade entre SUVs de luxo. O Volvo, ao menos, sempre ofereceu o teto panorâmico como item de série, sem cobrar a mais pelo mimo.

Conectividade

Já em termos de conectividade e central multimídia, os dois carros oferecem opções interessantes, ainda que cada um com seu próprio destaque. O Tiguan (ainda) não usa a central VW Play, o sistema mais moderno e conectado da empresa (que já está no Nivus, T-Cross e também estará no Taos este ano), mas oferece espelhamento de tela do celular por cabo e leitores de cartão de memória.

O Volvo responde com uma tela tátil na vertical bem intuitiva, como acontece com outros carros da empresa. O modelo também oferece espelhamentos para CarPlay e Android Auto via cabo, mas tem como diferencial o sistema de concierge Volvo on Call.

Conclusão

A conclusão desse comparativo é tão óbvia que quase não precisaríamos escrever: tanto VW Tiguan quanto Volvo XC60 são dois ótimos SUVs médios, recheados de tecnologia, equipamentos, ótimos conjuntos mecânicos e espaço interno.

O carro da Volks é a opção para quem realmente precisa de dois lugares extras ou faz questão de um porta-malas exagerado; já o modelo da marca sueca é mais voltado a quem busca um carro luxuoso, espaçoso e que ainda tenha o requinte de ter a insígnia de uma empresa do segmento premium. Se você encontrar um seminovo em bom estado, pode ter certeza de uma ótima aquisição.

Comentários