Mille Grazie X Mobi

Uno Mille Grazie Mille x Mobi: duelo entre eras

Série especial de despedida do compacto de sucesso da Fiat encara seu "substituto" em nosso comparativo virtual


  1. Home
  2. Comparativos
  3. Uno Mille Grazie Mille x Mobi: duelo entre eras
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Fiat esticou a corda ao máximo, adiou até onde pode o fim da linha do Uno Mille. No entanto, quando houve, em 2013, a confirmação de que seriam mesmo obrigatórios airbag e ABS nos carros produzidos no país não teve jeito. Poucos anos depois, em 2016, o fabricante lançou uma espécie de substituto do saudoso compacto, o Mobi.

Tudo bem que ainda falta para o novo modelo chegar aos quase 4 milhões de emplacamentos do carro mais vendido da história da Fiat no Brasil. No entanto, o subcompacto não faz feio. Teve, por exemplo, 31.827 unidades comercializadas em maio. Não à toa, irá segurar o segmento de entrada para o fabricante, já que o Novo Uno não terá nova geração.

Em nosso comparativo virtual, o Mobi desafiará a série de despedida do glorioso "Uninho com escada", a Grazie Mille. A versão foi lançada no fim de 2013 por R$ 31.200. Limitada a 2 mil unidades, teve leve valorização nos últimos anos. Há apenas quatro unidades do modelo à venda no estoque da Webmotors. A mais barata sai por R$ 28.990. A mais cara, por sua vez, tem preço sugerido de R$ 45.990.

Optamos por escolher veículo que fica "na média", anunciado por R$ 35 mil. Segundo o vendedor, tem pouco mais de 78 mil quilômetros rodados. A placa presente no veículo indica que é a unidade 332 das 2 mil produzidas pela Fiat do Grazie Mille. Colocamos frente a frente com o exemplar o Mobi ano/modelo 2016/2017. O modelo anunciado é da versão Easy On, intermediária dentro da escada de configurações do subcompacto. É vendida por R$ 36 mil.

Dimensões de Grazie Mille e Mobi

Trata-se, evidentemente, de subcompactos. Por isso, claro, não dá para esperar dimensões generosas nem do Grazie Mille e nem do Mobi. O Grazie Mille tem 3,69 m de comprimento, 1,54 m de largura, 1,48 m de altura e 2,36 m de entre-eixos. Seu porta-malas tem capacidade de 290 litros.

O Mobi Easy On é um pouco mais "contido" nesse tópico. Ele tem as seguintes medidas: 3,56 m de comprimento, 1,63 m de largura, 1,47 m de altura e 2,3 m de entre-eixos. A capacidade do porta-malas é de 220 litros com o encosto a 23 graus e de 235 litros com o encosto a 18 graus.

Itens de conforto e segurança

O Grazie Mille tem como diferenciais faróis com máscara negra, rodas de liga leve de 13 polegadas diamantadas, ponteira de escapamento esportiva, frisos laterais e adesivos de identificação da série de despedida na coluna C. A unidade do nosso comparativo virtual vem na cor exclusiva verde saquarema.

Por dentro, o carro tem bancos revestidos com tecidos exclusivos para a versão e com bordado com nome da série, quadro de instrumentos com grafia distinta, pedaleiras esportivos, logo da edição especial na soleira das portas e placa com numeração do carro. O carro vem também com ar, direção hidráulica, vidros e travas elétricas. E mais: tem subwoofer para o rádio com CD player e leitor MP3, Bluetooth e porta USB.

Já o Mobi Easy On tem em seu pacote banco traseiro bipartido, para-choques pintados na cor da carroceria, Lane Change, ESS, rodas de 14 polegadas, retrovisores com comando interno e quebra-sol com espelho para o passageiro.

Conjunto mecânico de Grazie Mille e Mobi

O Grazie Mille vem equipado com o 1.0 de 66 cv e 9,2 kgf.m quando abastecido com etanol. O câmbio é manual de cinco marchas. O Mobi Easy On é empurrado pelo 1.0 de 75 cv de potência e 9,9 kgf.m de torque no álcool. A transmissão é manual de cinco velocidades.

Comentários