5 carros que se destacaram pelo design

Separamos modelos que causaram impacto na indústria pelo desenho. E até inspiraram seus concorrentes

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. 5 carros que se destacaram pelo design
Renan Rodrigues
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O design de um carro é um dos pontos mais importantes na decisão de compra. Mesmo que a pessoa opte por uma negociação racional, o lado emocional sempre vai olhar para um outro modelo que talvez nem tenha um bom custo-beneficio, mas é muito mais bonito.

As montadoras perceberam essa importância há muito tempo e foram aperfeiçoando as técnicas de desenho para contemplar o desejo do consumidor. No entanto, vale ressaltar: o design não diz respeito apenas à beleza, mas também à funcionalidade.

Ainda assim, na história alguns modelos causaram mais impacto do que outros - mesmo que não sejam racionais ou com grandes destaques de funcionalidade.

Nós do WM1 separamos cinco modelos que causaram forte impacto por seus designs e até influenciaram a concorrência. Confira:

Volkswagen SP2

icon photo
Legenda: O clássico SP2 dos anos 1970 foi uma bela ideia em uma época carente de esportivos nacionais
Crédito: Divulgação

Nos anos 1970, com mercado ainda fechado, eram raros os esportivos no Brasil. Pensando nisso, a Volkswagen desenvolveu o projeto SP, que deu origem ao SP1 e SP2. Apesar dos belos traços, o desempenho não era dos melhores. Apenas 75 cv extraídos do motor 1.4.

Ainda assim, o cupê ganhou fama no mundo como o “Volkswagen mais bonito do mundo”. Algumas poucas unidades foram exportadas. Há uma no museu da marca em Wolfsburg, na Alemanha. Cada vez mais raro, tornou-se desejo de colecionadores. Há quem diga que a Mercedes-Benz se inspirou nele para criar o AMG GT.

Chevrolet Vectra

icon photo
Legenda: Chevrolet Vectra: sedã tinha linhas instigantes, com destaque para os retrovisores que nascem no capô

O sedã impactou o mundo no Salão de Frankfurt de 1995. Com linhas harmoniosas e detalhes exaltados até hoje - como os retrovisores saindo das linhas do capô -, esta segunda geração do Vectra não demorou a fazer sucesso.

O interior destaca o painel digital. A construção também era digna de elogios. Ele também foi o último Vectra de verdade a ser vendido no Brasil, uma vez que depois o nacional passou a ser uma versão esticada do Astra Sedan.

Peugeot 206

icon photo
Legenda: Peugeot 206 revolucionou o segmento de hatches compactos com suas linhas arrojadas
Crédito: Divulgação

Muita gente torce o nariz pros franceses, mas o 206 revolucionou o mundo dos compactos. Com linhas mais agressivas e esportivas, o compacto influencia até hoje as formas de muitos hatches. Ainda atual, o modelo foi desenhado pelo estúdio Pininfarina.

A situação da Peugeot no Brasil certamente seria melhor se não tivessem feito uma adaptação na hora de fazer o 207 - era o 206 com casca do 207 europeu. A próxima geração da linha compacta da marca francesa, que seguirá chamando-se 208, também promete bagunçar o segmento.

Range Rover Evoque

icon photo
Legenda: Range Rover Evoque: modelo quebrou paradigmas entre os SUVs de luxo
Crédito: Divulgação

Você se lembra do mundo dos SUVs de luxo antes do Evoque? Se lembrar, vai concordar que harmonioso não é uma palavra que define muito bem esse segmento. Ao contrário deste britânico. Quase idêntico ao conceito, o Evoque foi - e ainda é, um sucesso absoluto.

Chegou a ser o importado mais vendido no Brasil durante alguns meses, mesmo custando R$ 200 mil. Até hoje suas linhas influenciam a gama de SUVs da Land Rover. O sucesso foi tanto que, em sua segunda geração, ele apenas evoluiu visualmente, mas manteve a mesma linguagem.

Fiat Toro

icon photo
Legenda: Fiat Toro na versão Ranch: desenho foge do lugar-comum das picapes
Crédito: Divulgação

Ainda é cedo pra avaliar o legado da Toro perante seus concorrentes. Também é justo dizer que a Oroch chegou um pouco antes nesse segmento. No entanto, não causou o impacto que a Toro ainda causa, com linhas que fogem do padrão das picapes.

As principais marcas já trabalham em uma rival para ela e, ainda assim, só devem lançar nos próximos dois anos. O design marcante e o porte "meio-termo" gerou um sucesso tão grande que, por vezes, a Toro é o Fiat que mais vende no mês.

Comentários