A grama do vizinho: carros legais da Argentina

Veja modelos para lá de especiais de esportivos e SUVs que não são vendidos aqui, mas que “nosotros hermanos tienen”

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. A grama do vizinho: carros legais da Argentina
Fernando Miragaya
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

As diferenças entre taxas de importação e acordos comerciais entre Argentina e Brasil ainda se refletem nas ruas. É verdade que em um passado não tão distante, o país vizinho tinha uma variedade bem maior de carros que não existiam por aqui.

Porém, alguns automóveis ainda nos fazem cobiçar a grama do vizinho (mais verdinha). Veja alguns carros legais da Argentina que não estão à venda no Brasil.

Toyota GT86

icon photo
Legenda: Um dos carros legais da Argentina é o Toyota GT86, esportivo japa que usa motor boxer de 208 cv
Crédito: Divulgação

O cupê esportivo da marca usa motor tipo boxer da Subaru, que rende 208 cv de potência. Na Argentina, custa o equivalente a R$ 331 mil em conversão direta de peso para real. Curiosamente, o GT86 já “esteve” no Brasil.

Primeiro, ele surgiu no Salão de São Paulo 2012. Depois de passar por uma remodelação, em 2016 a Toyota prometeu vender o carro em 2019. O modelo chegou a ser disponibilizado para avaliações de sites e revistas automotivas - inclusive, WM1 fez um vídeo com ele, que você assiste mais adiante. Porém, jamais chegou às vitrines.

Hyundai Veloster N

icon photo
Legenda: E o Hyundai Veloster N? Seria uma boa para acabar com o histórico ruim do hatch no Brasil
Crédito: Divulgação

Está aí uma versão do hatch para acabar com a má fama que o Veloster semeou por aqui. Na Argentina existe uma configuração nervosa do modelo, da divisão N, criada inicialmente apenas para os Estados Unidos.

O Veloster N tem motor 2.0 turbinado com 280 cv de potência, 37 kgf.m de torque e trabalha com câmbio manual de seis marchas. O carro tem trato esportivo, como suspensão com ajuste eletrônico, freios dimensionados e controle de largada. Bem diferente do “três portas” que chegou aqui com motor 1.6 de 128 cv do HB20…

O preço por lá é de aproximadamente R$ 200 mil em conversão direta. Por aqui, o Veloster Turbo chegou a dar as caras no Salão de São Paulo 2014 e foi flagrado agté camuflado. Mas jamais se tornou realidade para nós.

Nissan Murano

icon photo
Legenda: Nissan Murano: crossover de desenho exótico é um dos carros legais da Argentina
Crédito: Divulgação

O crossover de desenho exótico chegou a ser vendido no Brasil entre 2007 e 2009. A nova e atual geração mantém o estilo diferentão (e faróis que lembram o 370Z), mas só no país vizinho, onde é comercializado pelo equivalente a R$ 480 mil.

Esta terceira geração do Murano tem 4,89 metros de comprimento e 2,82 m de entre-eixos. Usa motor V6 de 252 cv de potência e 33 kgf.m de torque. O câmbio é automático do tipo CVT.

Lotus Evora GT410 Sport

icon photo
Legenda: A Lotus tem operação oficial na Argentina e vende, entre outros esportivos incríveis, o Evora GT410 Sport
Crédito: Divulgação

Ao contrário de nós, na Argentina a marca britânica tem uma representação oficial por lá, onde vende seus esportivos. Imagine poder comprar um Evora na versão GT410 Sport? Tudo bem que, além de viver no país vizinho, é preciso ter mais de R$ 1,71 milhão na conta para começar a sonhar.

E também que se trata do exemplar mais caro da Lotus. Mas o cupê te recompensa com um 3.5 V6 de aluminio com 410 cv. O motor é capaz de empurrar o esportivo de apenas 1.256 kg de 0 a 100 km/h em ligeiros 3,9 segundos e atingir a máxima de 306 km/h.

Volkswagen Touareg

icon photo
Legenda: Touareg é um dos carros legais da Argentina que até o início de 2019 ainda era vendido no Brasil
Crédito: Divulgação

Outro SUV que foi conhecido dos brasileiros até janeiro de 2019, mas hoje só é vendido aqui do lado. O Touareg é comercializado na Argentina por preços a partir do equivalente a R$ 848 mil e bastante equipado.

Lá, ele usa o motor V6 TDI de 258 cv e tração integral. O Touareg é uma espécie de “irmão discreto” de outros SUVs luxuosos do Grupo Volkswagen, já que usa a mesma plataforma dos Audi Q7 e Q8, Porsche Cayenne, Lamborghini Urus e Bentley Bentayga.

Alfa Romeo Giulia

icon photo
Legenda: Alfa Romeo Giulia Quadrifoglio: a versão mais potente do sedã-cupê também está à venda na Argentina
Crédito: Divulgação

A Alfa Romeo é uma eterna promessa de retorno da Fiat no Brasil. Enquanto ela não vem, resta-nos babar litros pelos modelos da marca italiana que desfilam no país vizinho. Entre eles a nova geração do Giulia - em sua versão mais inspirada, a Quadrifoglio.

Com motor 2.9 V6 biturbo, esse Giulia gera 510 cv e 62 kgf.m. Tem tração traseira, câmbio automático de oito marchas e distribuição de peso de perfeitos 50/50. Com este conjunto, faz o 0 a 100 km/h em 3,9 segundos e promete máxima de 307 km/h. O preço passa do referente aos R$ 600 mil.

Assista ao nosso teste com o Toyota GT86

Comentários