Americano recupera Mustang que vendeu há 17 anos

Wesley Ryan, do Texas (EUA), se emociona ao contar por que teve de vender seu muscle car no começo dos anos 2000

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Americano recupera Mustang que vendeu há 17 anos
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Um Ford Mustang 1993 foi o pivô de uma história emocionante nos Estados Unidos, ao retornar para as mãos de seu dono 17 anos depois. Wesley Ryan, de San Antonio, no Texas (Estados Unidos), precisou vender o carro que tanto adorava em 2004 para pagar o tratamento médico da esposa, Laura, diagnosticada com câncer de ovário.

Felizmente Laura se curou, mas a família nunca mais ouviu falar do Mustang, que, segundo a Ford, jamais havia sido esquecido pela família - afinal, o esportivo era parte de sua história. Um vídeo postado pela marca norte-americana explica um pouco sobre a paixão de Wesley e seu esportivo.

"A venda do carro foi um dos maiores sacrifícios que já vi meu pai fazer. Eu sei o quanto ele ficou triste ao ver aquele carro ir embora. Foi um dia que nunca irei esquecer", conta o filho Jake.

Há dois anos tudo mudou

Em 2017, porém, Jake encontrou o carro à venda em um site de leilões e não teve dúvida: comprou para fazer uma surpresa ao pai, que ficou visivelmente comovido (veja no vídeo). Embora ainda tivesse uma boa estrutura, o velho Mustang precisava de alguns reparos e o projeto era recuperá-lo em um prazo de três a quatro anos. Mas a história viralizou nas redes sociais e chegou até a Ford lá nos EUA...

"Quando eu soube da família Ryan, sabia que tinha de fazer algo por eles", disse Bill Ford, presidente do Conselho da empresa, que se sensibilizou e ofereceu não só a restauração, mas uma preparação completa para o veículo, encomendada diretamente à famosa Hennessey Performance.

"Sempre nos perguntam se fazemos restaurações e recusamos 99% desses projetos por falta de previsão de tempo e custo", diz John Hennessey, CEO da preparadora. "O objetivo do nosso negócio é modificar veículos novos ou seminovos para aumentar a potência. Portanto, tentamos manter o tempo de preparação em 30 dias. Mas aceitamos o desafio de restaurar o carro".

Além de um novo motor 5.0, câmbio e rodas, o Mustang teve a pintura e o interior restaurados. A Ford ainda doou US$ 1.000 (cerca de R$ 4,1 mil) para a instituições de caridade e de apoio de San Antonio que fazem pesquisas sobre a doença. Hoje, o casal Wesley e Laura e seu filho Jake estão felizes da vida com o esportivo todo novo e com a lata "inteiraça". Que história!

icon photo
Legenda: Mustang dos Ryan fez parte da vida da família até ser vendido, em 2004
Crédito: Divulgação
Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors