Conheça as casas sobre rodas da Fórmula 1

WM1 conheceu de perto os motorhomes de pilotos e equipes da F-1 que viajam equipados como apartamentos de luxo

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Conheça as casas sobre rodas da Fórmula 1
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Onde um piloto de F-1 passa mais tempo em um final de semana de GP? Engana-se quem pensa que é sentado em seu carro de corrida. O lugar onde eles mais ficam é igualmente caro e tecnológico: o motorhome das equipes, que chegam a ser avaliados em mais de R$ 5 milhões e com um espaço interno superior a muitos apartamentos luxuosos.

“É uma estrutura completa, que serve todos no time: pilotos, mecânicos, engenheiros, convidados. É a nossa casa durante os GPs”, explica Felipe Massa, que falou ao WM1 justamente dentro de seu espaço na Williams, cujo motorhome fica estacionado logo atrás dos boxes designados por cada equipe.

Durante o campeonato, a ordem dos times é determinada pela classificação do Mundial do ano anterior – a Mercedes com o primeiro box, Ferrari com o segundo e assim por diante.

icon photo
Legenda: Motorhomes da Fórmula 1
Crédito: Motorhomes da Fórmula 1

Ao lado da mesa para entrevistas (onde Massa atendeu a reportagem do WM1) fica um amplo espaço para eventos para convidados ou mesmo entrevistas coletivas. No andar superior, cada piloto tem sua sala, onde guarda itens pessoais e também pode descansar entre um treino e outro – dá até para tirar um pequeno cochilo.

Em outra área bem espaçosa no andar térreo fica a cozinha, que trabalha num ritmo intenso digno de um restaurante, como é o caso do motorhome da Pirelli, única fornecedora de pneus da F-1 e cuja estrutura é feita com 2 caminhões de dois andares, com 12 metros de comprimento e 9 de largura.

“Aqui são servidas cerca de 200 refeições por dia, incluindo todo nosso staff técnico, convidados e jornalistas”, explica Roberto Boccafogli, diretor de comunicação da Pirelli.

icon photo
Legenda: Motorhomes da Fórmula 1
Crédito: Motorhomes da Fórmula 1

Com a estrutura expandida, conseguem formar uma área interna de cerca de 200 metros quadrados, o que já colocaria como um apartamento de alto padrão por imobiliárias se estivesse em uma localização nobre – o que, convenhamos, é o caso da avenida principal do paddock da F-1, onde só se entra com as cobiçadas credenciais da FIA.

Um cálculo divulgado pela empresa italiana mostra que em uma temporada são servidos cerca de 29 mil cafés na área que acaba aglomerando jornalistas e integrantes de diversos times, como um verdadeiro ponto de encontro no paddock.

A grande vantagem para os times é que toda esta estrutura se desloca sobre rodas e, com isso, atende boa parte do calendário da F-1, com exceção obviamente das corridas fora do continente europeu – assim, no autódromo de Interlagos, em São Paulo, estas super máquinas não dão as caras.

icon photo
Legenda: Motorhomes da Fórmula 1
Crédito: Motorhomes da Fórmula 1

Algumas modificações são feitas em GPs especiais – a Red Bull, por exemplo, monta seu motorhome no paddock de Monte Carlo em uma estrutura flutuante, como se fosse um grande iate competindo com o luxo e riqueza de seus vizinhos no porto de Mônaco.

A renovação destes equipamentos – que são usados a exaustão em toda temporada – acaba criando situações curiosas: há dois anos, uma empresa especializada na construção destes veículos (AstaCar) colocou à venda o motorhome utilizado pela Scuderia Ferrari de 2003 a 2013 – sendo assim usado por pilotos como Rubens Barrichello, Michael Schumacher, Felipe Massa e Fernando Alonso. Preço: US$ 1,5 milhões (cerca de R$ 4,7 milhões).

Se comprar um carro de F-1 pode ser um sonho impossível, pelo menos já dá para saber quanto custa o sonho de ter uma casa sobre rodas igual ao dos pilotos da Ferrari...

icon photo
Legenda: Motorhomes da Fórmula 1
Crédito: Motorhomes da Fórmula 1

Por Rodrigo França, de Barcelona (Espanha)

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors