O maior encontro de Audi RS2 das Américas

O RS2 foi o único carro produzido em parceria com a Porsche, 15 modelos se reuniram em São Paulo no último sábado

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. O maior encontro de Audi RS2 das Américas
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Quem passava pela marginal pinheiros no último sábado de manhã, 19 de maio, se espantava com a quantidade de Audi RS2 enfileirados na faixa da direita. Eram quinze no total.

Tratava-se do maior encontro dos icônicos RS2 das Américas. “Acreditamos que existam cerca de 40 RS2 em bom estado no país e por isso que esse encontro é tão especial, reunir 15 modelos e com esse estado de conservação irretocável é incrível”, diz Stefan Darakdjian, presidente do clube do RS2.

 Audi RS2
Legenda: Audi RS2
Crédito: Fabio Aro

Não só o número de exemplares impressionou os presentes, mas também a identidade do motorista de um dos RS2 que comandava o comboio. O presidente da Audi Brasil, Johannes Roscheck, fez questão de ir dirigindo um dos modelos.

icon photo
Legenda: Presidente da Audi Brasil, Johannes Roscheck
Crédito: Fabio Aro

Modelo icônico e exclusivo

Toda essa devoção pelo modelo alemão tem algumas razões. Trata-se do único carro produzido em parceria com a Porsche. Ele é raríssimo, no total foram produzidos apenas 2.891 exemplares entre março de 1994 e julho de 1995. E o Brasil foi o único país das Américas para onde o RS2 foi exportado, portanto ele não foi vendido no maior mercado automotivo do mundo: os EUA.

 O maior encontro de RS2 das Américas
Legenda: O maior encontro de RS2 das Américas
Crédito: Fabio Aro

Outra explicação para o RS2 ser tão valorizado é o fato de ser equipado com motor cinco-cilindros turbo de 2,2 litros do Audi S2 cupê com 230 cv e 35,6 kgf.m de torque. A preparação realizada pela Porsche consistia na adoção de injetores de alta vazão, sistema de injeção retrabalhado acompanhado de um novo módulo Bosch, comando de válvulas mais agressivo e sistema de escape retrabalhado, além de um turbo 30% maior que o original. Com as alterações, os números de potência e torque subiram para 315 cv e 41,8 kgf.m.

 Trata-se do único carro produzido em parceria com a <strong>Porsche</strong>
Legenda: Trata-se do único carro produzido em parceria com a <strong>Porsche</strong>
Crédito: Fabio Aro

“Quando esse modelo foi lançado na Europa ele acelerava mais do que um McLaren de F1, foi realmente uma revolução”, afirma Eric Di Giacinto, um dos membros do clube e proprietário de um RS2 1995. “Mesmo sendo um carro com 18 anos ele impressiona pelo desempenho e deixa muito Porsche zero km para trás,” brinca Erick.

 Audi RS2
Legenda: Audi RS2
Crédito: Fabio Aro

Perua valorizada

Segundo os colecionadores, a perua da Audi está extremamente valorizada atualmente. “Antes de 2014 era possível encontrar cerca de seis anúncios de RS2 na Webmotors, hoje é muito raro aparecer algum à venda. O mais recente durou apenas 45 minutos no ar, vendeu em tempo recorde”, conta Erick.

icon photo
Legenda: Audi RS2
Crédito: Fabio Aro

Na Europa um Audi RS2 todo original e em muito bom estado custa cerca de 100.000 euros, já um em mal estado vale 30.000 euros. “São esses valores que balizam os preços por aqui. A média de valor atual é de cerca de R$ 200.000, mas há diversos fatores que influenciam esse preço”, diz Stefan.

icon photo
Legenda: Ao todo, 15 modelos estavam presentes no encontro
Crédito: Fabio Aro

O RS2 com 3.000 km rodados

Logo no começo do encontro uma cena rouba a atenção de todos, um caminhão estaciona e desce um RS2 preto com estado de novo, parecia que o carro havia acabado de sair da concessionária.

icon photo
Legenda: Audi RS3 com apenas 3 mil quilômetros rodados, raridade.
Crédito: Fabio Aro

Trata-se de um veículo com apenas 3.000 quilômetros rodados. Para manter o carro dessa forma imaculada esse RS2 recebe tratamento VIP: reside em uma garagem climatizada, só pega estrada em cima de um caminhão e recebe uma lavagem especial toda semana.

 Audi RS2
Legenda: Audi RS2
Crédito: Fabio Aro

O empresário Reinaldo Gavioli Junior, feliz proprietário desse RS2 zerado, conta que só venderá o carro se for para alguém que vai tratá-lo com o mesmo zêlo. “É o carro que eu menos ando, exatamente para preservá-lo em perfeito estado”, conta Junior. “Paguei R$ 300.000 por ele, mas considero que vale cada centavo.”

Para quem se interessou por ter essa perua superesportiva na garagem aconselho a juntar um bom dinheiro e preparar a lábia para convencer o atual dono a vender. Boa sorte!

 

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors