Ferrari 250 TR se torna o carro mais caro do mundo

Veículo raríssimo, de 1957, leiloado no evento Ferrari Leggenda e Passione, atinge o preço de 9,02 milhões de euros
  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Ferrari 250 TR se torna o carro mais caro do mundo
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Quando primeiro falamos dele, em fevereiro deste ano, o raríssimo Ferrari 250 Testa Rossa de 1957 chassi 0714TR ameaçava tirar o posto de carro mais caro do mundo de um Ferrari 250 GT SWB California Spyder que, em maio de 2008, foi vendido em leilão por US$ 10.894.400, ou mais exatamente 7,04 milhão de euros, o que, atualmente, daria algo como R$ 20,29 milhões. Pois a ameaça se cumpriu: o Testa Rossa mudou de mãos no leilão “Ferrari Leggenda e Passione”, que aconteceu no coração da Ferrari, Maranello, no dia 17 de maio, por “meros” 9,02 milhões de euros, ou R$ 25,662 milhões. Com isso, o Ferrari passou a ocupar o posto de carro mais caro do mundo.

A expectativa que havia em torno do preço, nem um pouco exagerada, é fácil de explicar. O Ferrari 250 Testa Rossa, desenhado pela Carrozzeria Scaglietti, teve apenas 22 unidades fabricadas. Usado em 19 corridas internacionais, o carro venceu 10 delas, o que o tornou um objeto de desejo entre colecionadores de todo o mundo.

Com entreeixos de apenas 2,35 m, o carro tinha um motor V12 de 2.953 cm³ e produzia 300 cv a 7.200 rpm com a ajuda de seis carburadores Weber 38 DCN. A transmissão, evidentemente manual, era de quatro marchas. Na dianteira, o carro usa braços em A desiguais com amortecedores hidráulicos Houdaille e barra estabilizadora. Atrás, molas semielípticas e quatro braços arrastados, com os mesmos amorcedores, ajudavam o carro a manter o máximo de tração na pista. Os freios mostram que os pilotos de antigamente ou eram suicidas ou muito malucos, mesmo: todos eram a tambor. Não é à toa que eles são considerados heróis do esporte. Pena alguns deles terem se tornado mártires... Guerreiro, o 250 TR 0714TR competiu até 1963 e foi de muitos proprietários, saindo-se bem nas diversas provas de que participou.

O leilão “Ferrari Leggenda e Passione” é organizado todo ano pela RM Auctions, em parceria com a famosa casa de leilões britânica Sotheby’s, com o apoio da própria Ferrari. Isso nos leva a crer que, no ano que vem, caso surja mais algum Ferrari raríssimo para vender, o título do 250 Testa Rossa não deve durar muito, assim como o de seu antecessor.


_____________________________________

TwitterTwitter
_____________________________________


Gosta de clássicos e de esportivos?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esses carros míticos:

Austin

Alfa Romeo

Americar réplicas

Bentley

Bianco

Chamonix réplica

DKW-Vemag

Dodge

Ferrari

Leia também:

Dia do Automóvel: comemore aprendendo mais sobre ele

Réplica perfeita do Mercedes-Benz 300 SL é feita na Alemanha

Designer sueco recria Volvo P1800 Coupé com mecânica moderna

Porsche 914, o Volkswagen-Porsche, faz 40 anos

Porsche 917, o maior carro de competição da história, celebra 40 anos

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors