Ford Country Squire, o exagero do conforto durante os anos 1970

Motor V8 6,6-litros e sete lugares faziam dessa perua grande o máximo em luxo e versatilidade em sua época
  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Ford Country Squire, o exagero do conforto durante os anos 1970
Marcos Camargo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Há muito tempo carro bom era sinônimo de carro grande. Tão grande quanto esta Ford Country Squire 1974, um dos ícones da década de 1970 quando o assunto é veículo familiar versátil e confortável.

Tudo neste carro é superlativo, a começar pelo grande espaço para acomodar até sete pessoas com o máximo de conforto. Atrás, dois pequenos bancos retráteis eram uma solução interessante para levar as crianças, afinal as famílias também eram maiores.

O motor V8 6,6 litros 400 polegadas cúbicas tem potência de sobra para empurrar o automóvel de duas toneladas. Mesmo com câmbio automático e muito peso, basta pisar um pouco mais fundo para sentir o forte motor empurrar o motorista contra o seu próprio assento. É um exagero de força.

A linha Country Squire chegou ao mercado em 1950, fruto dos primeiros modelos realmente novos da Ford após o término da II Guerra Mundial. A idéia era ter de volta o mesmo estilo das carrocerias woody, feitas em madeira nas primeiras décadas do século XX, para compensar o alto preço e a escassez do aço.

A Country Squire desta reportagem é do ano 1974 e pertence ao empresário Hilton Lerner, apreciador dos grandes carros americanos. Lerner já dirigiu mais de mil quilômetros com sua station wagon até a cidade de Punta Del Este, no Uruguai. Hoje, a Country sai apenas para pequenos passeios de família e para alguns eventos de carros antigos.

Em 1974, foram fabricadas 64.047 unidades da Ford Country Squire, sendo que apenas 3.127 vieram equipadas com os bancos retráteis. O carro custava na época US$ 5.018 e era o mais caro da linha Ford. O acabamento que imita madeira, chamado wood graim, custava US$ 136 com opcional.

Ao entrar no carro só de olhar para o grande e anguloso painel, dá para perceber que se trata de um veículo com vários itens de série. A começar pela fórmula básica do carro americano: câmbio automático, direção hidráulica muito leve, que chega a ser insegura, e ar-condicionado congelante. No mais, conta com vidros, travas e retrovisores elétricos, além de inúmeros comandos de conforto.

Ao ligar a seta para um dos lados, uma larga lanterna junto ao pára-lamas se acende, para ajudar a iluminar o piso.

Para as estradas, a perua conta com o piloto automático a vácuo, um sistema muito simples de correias ligadas ao sistema do acelerador. O objetivo é manter a velocidade de cruzeiro nas viagens de longas distâncias.

Na traseira, a grande tampa do porta-malas se abre para baixo como nas picapes e também para o lado. O vidro da tampa também pode ser acionado com o comando elétrico e basta apertar um botão para vê-lo subir ou descer.

O carrão ficou famoso no filme “Férias Frustradas”, onde sofreu nas mãos do desajeitado Clark Grisworld, interpretado por Chevy Chase. O veículo usado no filme era uma perua Ford do início dos anos 1980, que foi descaracterizada para não virar peça de publicidade da marca.

A Country Squire foi produzida entre 1950 e 1991 e a última perua com aplique de madeira da marca foi descontinuada em 1996.

Com o tempo, as station wagons perderam espaço e deram lugar aos SUVs, que são carros mais compactos e com melhor aproveitamento de espaço.

Já as belas e exageradas peruas, com todo o conforto e a potência do motor V8, ficam mesmo para quem aprecia o hobby de colecionar grandes automóveis.

Gosta de antigos?

Então veja abaixo as ofertas de preciosidades no WebMotors:

Veja ofertas dos carros citados na matéria:

Chevrolet Opala

Chevrolet Chevette

Dodge Le Baron

Dodge Magnum

Ford Maverick

Fiat 147

Ford Corcel II

Ford Landau

VW Passat

Leia também:

Messerschmitt KR 200 se inspirou em aviões da guerra

Camaro: a resposta da GM ao Mustang

Chrysler Thunderbolt: simples como apertar um botão

Ford Granada, o “quase” sucessor do Maverick

Ford Galaxie, o rei do segmento de luxo

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors