McLaren F1 nunca usado é posto à venda

Chassi número 060 é um exemplar 0km imaculado

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. McLaren F1 nunca usado é posto à venda
Lucas Cravo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O autocontrole necessário para que uma pessoa compre um dos carros mais icônicos e revolucionários da história e nunca o dirija é inimaginável. Aliás, era impossível pensar algum dono de McLaren F1 que não tivesse dirigido sua joia e amado. Mas, como dizem, nada é impossível.

icon photo
Legenda: mclaren f1
Crédito: mclaren f1

Isso fica evidente quando a loja de supercarros Tom Hartley Jnr anuncia um exemplar do F1 com apenas 239 km de teste rodados (ou seja, 0km), nunca emplacado, com as coberturas protetoras no interior, no volante sobressalente opcional, no kit de malas feitas sob medida para o carro e no escape opcional de titânio, com o gaveteiro de ferramentas opcional completo com as ferramentas de titânio que vinham com o carro, o manual do proprietário e sua pasta de couro, chave reserva e até o relógio Tag Heuer feito especialmente para acompanhar o modelo, com o número do seu chassi gravado na face, que nunca foi usado, e ainda conta com o plástico de proteção.

icon photo
Legenda: mclaren f1
Crédito: mclaren f1

​Além desses absurdos preservados, a configuração do carro também é interessante. A cor é Dandelion Yellow, provavelmente só utilizada nesse exemplar, e o interior é em Alcântara cinza escuro com detalhes no mesmo tom de amarelo da carroceria, e o banco de fibra de carbono é revestido em couro cinza escuro com o centro em couro perfurado amarelo. Outro detalhe da pintura (e, possivelmente o item mais valioso de todo o pacote) é a assinatura de Gordo Murray, o endeusado projetista do carro, feita à mão na lateral direta do para-choque traseiro.

 

Sendo um exemplar que preenche todos os requisitos para ser considerado um “unicórnio” do universo automotivo, não precisamos de muita coragem para dizer que deve se tornar o F1 mais caro da história, e quase impossível de ser superado (já era impossível existir um carro assim, lembram?). Valores? Superaria os R$ 49.2 milhões do atual exemplar mais caro (o primeiro a ser importado para os EUA), possivelmente com uma margem generosa.

icon photo
Legenda: mclaren f1
Crédito: mclaren f1

Só boas notícias para o herói (ou vilão?) que conseguiu ficar 20 anos sem encostar num carro que foi projetado para ser dirigido ao máximo. Existe alguma quantia capaz de compensar esse arrependimento?

 mclaren f1
Legenda: mclaren f1
Crédito: mclaren f1

 

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors