Mini Morris ganha moderno motor da Chevrolet

Colecionador adota motor 1.4 Econoflex de 105 cv em clássico britânico

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Mini Morris ganha moderno motor da Chevrolet
Renato Bellote
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


O Mini é um dos carros mais simpáticos do planeta. Desde seu lançamento, em 1959, se mostrou versátil e um grande sucesso de vendas. Criado por Sir Alec Issigonis para suprir uma necessidade de veículos pequenos, foi além e se tornou um ícone.


O cinema também embarcou na onda do pequeno e logo o modelo foi escalado para diversão produções. Uma da mais famosas é “Um golpe à italiana”, trazendo no elenco grandes nomes como Michael Cine e tomadas de tirar o fôlego.

Mas e se a idéia é apimentar o desempenho? Existem várias soluções e uma delas, bastante usada, é o swap, ou seja, a troca do propulsor original por algo mais forte. Os mais comuns utilizam motores VTEC e até blocos de Hayabusa e Yamaha R1.  


Mas o destaque dessa semana optou por algo diferente. O motor Econoflex de 1,4 litro e 105 cv pareceu interessante para o dono do carro, que também utilizou, em um belo serviço, elementos da suspensão e o câmbio de cinco marchas de um Prisma acidentado.


Impressões ao volante


Originalmente um exemplar da primeira série, com o motor de 850 cm³ de cilindrada, este Mini Morris 1962 recebeu uma injeção de vitalidade. Números de aceleração não foram medidos oficialmente, mas com o pé embaixo no pedal da direita a sensação é bastante animadora.


O modelo tem uma ergonomia própria e pedais bem próximos, algo que facilita e estimula o punta-tacco. Além disso, entre-eixos curto e 650 kg de peso fazem dele – praticamente – um kart em qualquer rotação. Certamente já pode receber a alcunha, merecida, de hot hatch


Assista ao vídeo


Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors