Mitsubishi traz Ralliart ao Brasil

Divisão de alto desempenho da marca já conquistou títulos do WRC e do Dakar

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Mitsubishi traz Ralliart ao Brasil
Marcelo Monegato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


Com 30 de história, quatro títulos do Mundial de Rali de Velocidade (WRC), 11 na categoria de produção (P-WRC) e 12 vitórias no Rali Dakar, o mais exigente do mundo, chega oficialmente ao Brasil a Ralliart, divisão de alta performance e competições da Mitsubishi.

 

Criada no Japão e presente em outros 22 países, a sede da Ralliart fica em Mogi Guaçu, interior de São Paulo, em uma área de 10 mil m² que recebeu R$ 35 milhões de investimentos em infraestrutura. Na mesma cidade, a Mitsubishi possui o Autódromo de Velo Città, um dos três homologados pela Fcaptionação Internacional de Automobilismo (FIA) no País, juntamente com Interlagos e Curitiba.

 

A Ralliart Brasil é responsável pelo desenvolvimento e manutenção dos carros de competição da Mitsubishi no País, desde modelos como a L200 Triton, que participam das provas do Dakar, Rally dos Sertões, Campeonato Brasileiro de Cross-Country e também da Mitsibishi Cup, como o Lancer Evolution, que disputa a Lancer Cup, categoria de turismo criada ano passado.

 

“Utilizamos as corridas como laboratórios de testes de peças e aprimoramento de componentes e tecnologias”, disse o presidente da Mitsubishi do Brasil, Robert Rittscher. Hoje, a divisão é responsável pela manutenção de 84 veículos.

 

Na França, onde estão as principais equipes off-road do mundo, a Ralliart Brasil tem um centro avançado de engenharia onde desenvolve o novo ASX Racing, modelo que será utilizado no Dakar de 2015. À frente do projeto está Thierry Viadort, que por 26 anos trabalhou diretamente com a Ralliart do Japão.


Assista ao vídeo de Ingo Hoffmann com o Lancer Evolution na pista da Mitsubishi


 

“A Ralliart sempre esteve presente conceitualmente no Brasil”, revelou Rittscher, exaltando que a Mitsubishi Cup, um dos principais campeonatos cross-country do País, acontece há 15 anos. “O foco sempre foi atingir o padrão Ralliart. Sempre tivemos esta excelência”, completou.

 

Guilherme Spinelli, piloto de rali e diretor da divisão, compara a Ralliart como uma espécie “de selo de qualidade”.

 

Das Pistas para as Rua

Em um futuro não muito distante, o trabalho da Ralliart Brasil deverá chegar aos carros de passeio produzidos pela Mitsubishi em Catalão, Goiás. Alguns dos itens desenvolvidos nas pistas, seja asfalto ou terra, poderão compor kits de performance para os modelos de rua. Pacotes para customização estética também serão oferecidos, de acordo com o diretor de marketing da montadora, Fernando Julianelli.

 

Atualmente, são fabricados no Brasil os modelos Pajeto TR4, ASX, L200 Triton e Pajero Dakar. No segundo semestres, o Lancer também passará a ser feito.

 

Por aqui, a marca comercializou o Lancer Sportback Ralliart. O modelo tinha motor 2.0 turbo de 250 cv de potência, 35 mkgf de torque, acelerava de 0 a 100 km/h em 7,1 segundos e atingia a velocidade máxima de 220 km/h. A transmissão era automatizada de seis marchas (dupla embreagem) e oferecia dois modos de condução (Normal e Sport). A tração era integral (nas quatro rodas).

 

Por todo este desempenho mais a longa lista de itens de série, que partia de rodas de liga leve de 18 polegadas a ar-condicionado, bancos revestidos em couro, controlador de velocidade, sensores de chuva e crepuscular, air bags frontais, laterais, tipo cortina e de joelhos para o motorista, entre outros ‘mimos’ – sensor de estacionamento traseiro e teto solar elétrico eram os únicos opcionais -, o interessado pagava R$ 129.990. 

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors