Motor turbinado: sucesso dobrado

Como os meninos do Lata Velha transformam carrinhos em supermáquinas
  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Motor turbinado: sucesso dobrado
Juliano Barbosa
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Fala, galera! Meu irmão Juliano Barbosa e eu, Daniel Barbosa, estamos fazendo uma troca de motor aspirado por um turbo. Não tem jeito, um carro com turbo tem outra cara, dá outra sensação, outro clima e para quem é amante da personalização este é um excelente atrativo.

Para fugir das complicações e fazer um motor turbo surgiram os kits de turbo no mercado. Antigamente para conseguir importar um kit deste era muito complicado e caro, mas as empresas brasileiras foram se adequando e passaram a fabricá-los.

Você só deve prestar atenção para respeitar a lei. De acordo com legislação de trânsito brasileira, é proibido instalar equipamentos e acessórios que alterem as características técnicas do veículo e o turbo esteja legalizado precisa manter o combustível original e adequar-se às leis de emissão de poluentes e principalmente, como em tudo que sempre pregamos aqui, deve ser feito de maneira que a segurança dos usuários seja mantida.

Basicamente, o motor turbo tem um compressor dividido em duas partes. A primeira quente funciona com os gases da combustão que saem do escapamento e a segunda fria comprime a mistura do ar e combustível. Estes gases preenchem os cilindros, geram pressão e oferecem mais potência ao motor, como este aumento de potência é consideravelmente alto, facilmente atingem o dobro da potência original.

Aqui na Oficina sempre optamos por alimentar os motores turbos com injeção eletrônica programável. Quando reprogramamos, já ganhamos uma melhoria de potência e no torque. Neste método utilizamos bicos injetores suplementares, gerenciados por módulos de injeção programável. Além disso, quando se mexe com este tipo de injeção permitimos ao cliente que ele volte atrás e simplesmente desfaça o turbo na caranga. Nossa única dificuldade real é sincronizar o acerto e a correção da mistura ar e combustível.

Confira o passo a passo e descubra como transformamos nossos carrinhos em supermáquinas. Antes, porém, é bom ter em mente que a maioria das seguradoras não cobre carro turbinados.

Primeiro passo: procure um kit turbo e siga rigorosamente as indicações do fabricante.

Segundo passo: retire o coletor de escapamentos e coloque o coletor preparado com a turbina.

Terceiro passo: faça a ligação da lubrificação da turbina, pois é nela que a pressão do óleo do motor acontece. O eixo da turbina é lubrificado e volta para o carter.

Quarto passo: instale os turbos e a mangueira de pressurização, adapte os bicos e acerte a parte eletrônica do gerenciador.

Quinto passo: depois de todos os passos feitos, basta fazer os acertos da mistura entre o ar e o combustível esta é a parte mais importante.

Atenção: procure como sempre um bom profissional e que esteja acostumado em transformações de motores para que você não tenha dor de cabeça mais tarde.


Até a próxima!

Daniel Barbosa é especialista em mecânica automotiva e um dos líderes da Dimension Customs, produtora dos carros do quadro Lata Velha, do Caldeirão do Huck.


Siga a gente no Twitter! Novidades, segredos e muito mais: www.twitter.com/WebMotors

__________________________
Confira todas as matérias dos meninos do Lata Velha

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors