Ônibus "famoso" é removido no Alasca

Veículo dos anos 1940 serviu de abrigo para alpinista que inspirou o livro e o filme "Na Natureza Selvagem"

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Ônibus "famoso" é removido no Alasca
Fernando Miragaya
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O ônibus do filme Na Natureza Selvagem (Into the Wild) fez um "voo" hoje no deserto do Alasca. O modelo dos anos 1940 foi içado e removido por um helicóptero do exército dos Estados Unidos. O veículo serviu de abrigo para o alpinista Chris McCandless, que morreu de fome em 1992 após ficar 114 dias refugiado na natureza. Ele tinha 24 anos.

Ônibus International Harvester K 5 1946 Em Cena De Na Natureza Selvagem
icon photo
Legenda: O International Harvester 1946 em cena: ônibus famoso atraía a curiosidade de turistas
Crédito: Reprodução

A história inspirou o livro de mesmo nome, de autoria de Jon Krakaue, lançado em 1996. Onze anos depois, virou o longa-metragem dirigido por Sean Penn e estrelado por Emile Hirsch. O veículo é um International Harvester K-5 ano 1946, derivado de uma picape de carga da marca estadunidense. O ônibus de apoio que serviu às filmagens, por sua vez, está exposto em outro ponto - menos selvagem - do estado do Alasca.

O coletivo se encontra bastante deteriorado e vandalizado. Teve motor e assentos removidos e chegou a ser usado como dormitório pelos operários que trabalharam nas estradas da região nos anos 2000. Além do eixo quebrado, teve o volante furtado, a carroceria pichada e várias janelas quebradas por visitantes.

ônibus Na Natureza Selvagem
icon photo
Legenda: O verdadeiro Chris McCandless e o ônibus que virou sua moradia e inspirou livro e filme
Crédito: Reprodução

A remoção do veículo foi decidida depois dos inúmeros pedidos de resgate que são feitos por turistas. Anualmente, centenas de pessoas desbravavam a região para encontrar o ônibus famoso. A maioria não conseguia retornar e tinha de ser socorrida.

Em abril passado, um brasileiro foi resgatado após pedir socorro, graças a um farol próximo. Em fevereiro de 2020, cinco turistas também precisaram ser salvos - um deles perdeu parte dos dedos do pé devido ao frio. Em 2019, uma bielorrussa morreu na tentativa de encontrar o veículo.

Assista ao vídeo com o resgate do ônibus

 

 

Comentários