Porte de extintor veicular não será mais obrigatório

Utilização do equipamento será facultativa conforme anúncio do Contran
  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Porte de extintor veicular não será mais obrigatório
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

IMAGE

O porte de extintor de incêndio veicular não será mais obrigatório, conforme decisão anunciada nesta quinta-feira (17) pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito). A medida foi anunciada após o órgão ter adiado duas vezes a utilização de equipamentos mais modernos, do tipo ABC.

 Segundo o presidente do Contran e diretor do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), Alberto Angerami, reuniões sobre a necessidade de ter o extintor no carro foram feitas regularmente até a tomada de decisão anunciada nesta quinta. “Tivemos encontros com representantes dos fabricantes de extintores, corpo de bombeiros e da indústria automobilística, que resultaram na decisão de tornar opcional o uso do extintor.”

O Denatran afirmou ainda que pesquisas próprias constataram que inovações tecnológicas introduzidas nos veículos resultaram em maior segurança contra incêndio. O órgão utilizou exemplos como , o corte automático de combustível em caso de colisão, localização do tanque de combustível fora do habitáculo dos passageiros, flamabilidade de materiais e revestimentos.

A Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, informou que dos 2 milhões de sinistros em veículos cobertos por seguros, 800 tiveram incêndio como causa. Desse total, apenas 24 informaram que usaram o extintor, equivalente a 3%.

O extintor continuará sendo obrigatório todos os veículos utilizados comercialmente para transporte de passageiros, além caminhões, caminhão-trator, micro-ônibus, ônibus e destinados ao transporte de produtos inflamáveis, líquidos e gasosos.

Comentários