Quadrilha pretendia roubar o corpo de Enzo Ferrari

Traficantes de armas e drogas queriam sequestrar os restos mortais do fundador da marca e pedir resgate à família

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Quadrilha pretendia roubar o corpo de Enzo Ferrari
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Investigadores da polícia da cidade de Nuoro, na ilha italiana de Sardenha, anunciaram a descoberta de um plano de roubar o corpo de Enzo Ferrari, morto em 1988 aos 90 anos, e pedir resgate à família. A iniciativa, que acabou sendo frustrada, partiu de uma quadrilha de traficantes de drogas e armas, que teve 34 integrantes presos e interrogados, de acordo com a agência de notícias Reuters.

icon photo
Legenda: Enzo Ferrari
Crédito: Enzo Ferrari

Os policiais, no entanto, não deram detalhes sobre como os criminosos pretendiam levar adiante seus planos ousados sem ser presos. Supostamente, o grupo iria fugir com o cadáver e escondê-lo em algum local nos montes Apeninos, até que o resgate fosse pago.

O corpo do fundador da equipe de Fórmula 1 , que também é a marca de alguns dos carros esportivos mais caros e desejados do mundo, repousa no mausoléu da família Ferrari no cemitério de San Cataldo, em Modena, perto da fábrica da montadora em Maranello, na região central da Itália.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors