Qual carro escolher até R$ 30 mil?

Zero 1.0: seu guia de compra para decidir entre 11 modelos
  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Qual carro escolher até R$ 30 mil?
Adriana Bernardino
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

É seu primeiro carro e você quer um zero quilômetro, com tabela até R$ 30 mil. A delimitação o ajudará: das 900 opções de modelos disponíveis no mercado, sobram 15, todas entre os modelos equipados com motor de 1 litro de cilindrada, os chamados “1.0”. O próximo desafio é saber qual delas é a melhor para você: Fiat Mille, Palio e Siena Fire; Ford Fiesta e Ka; Renault Clio Campus , Sandero e Logan; Chevrolet Celta e Prisma; Volkswagen Gol da geração anterior, Voyage ou Fox? Há apenas uma exceção nessa turma: o Peugeot 207 X-line, que por R$ 29,9 mil traz motor 1.4.

As diferenças entre eles não são radicais, mas dependendo de suas necessidades e do seu jeitão de ser, alguns detalhes podem decidir a compra. Devem ser levados em conta aspectos racionais, como qual é o mais econômico ou o mais potente; e também os subjetivos, como o desejo de ter um carro mais moderno ou que seja mais bonito aos seus olhos. Isso sem se esquecer da relação custo/benefício, que é ver o que o carro oferece como equipamento de série, valorizando o dinheiro pago por ele. Entre produtos de luxo escasso, ter quatro portas ou direção hidráulica é um destaque e pode compensar.

Esta série de reportagens Meu zero 1.0 vai dar algumas dicas para ajudar você a descobrir seu melhor primeiro carro. E para inaugurá-la escolhemos o:

Celta VHCE

Quarto colocado em vendas 139.420 no ranking de 2009, segundo a Fenabrave entidade que representa as associações de concessionárias e modelo mais vendido da Chevrolet, o Celta VHCE a sigla significa Motor de Compressão Muito Alta, em inglês é o produto mais básico da GM no País. É seu carro de entrada, que briga diretamente com os Fiat Mille e Palio Fire, o VW Gol G4 e o Renault Clio, além do Ford Ka.

O modelo está disponível em duas versões, com opções de duas e quatro portas, pelos seguintes preços sugeridos pela fabricante: Life 2 portas, R$ 26.360,; 4 portas, R$ 27.926. Spirit 2 portas, R$ 27.808, 4 portas R$ 29.665. A Spirit, avaliada nesta reportagem, é equipada com direção hidráulica, ar-condicionado, rádio toca-CDs com leitor de arquivos MP3, travas elétricas e vidros elétricos nas portas dianteiras – que contam com acionamento um-toque e dispositivo antiesmagamento -, porta-copos entre os bancos dianteiros, limpador de vidro traseiro, parachoques na cor do veículo e grade cromada. Não sai por menos de 33 mil.

Por dentro, o material – plástico – usado para o acabamento segue a síntese rodriguiana: bonitinho, mas ordinário. Nada muito diferente do que você encontrará na concorrência. Os diversos porta-objetos atendem bem aos excessos femininos. Atenção à alavanca de regulagem de distância do banco do passageiro: é fácil ganhar uma esfolada no tornozelo.

Seu motor tem potência de 78 cv com 100% de álcool no tanque, e de 77 cv com gasolina. Os números da fabricante mostram sua frugalidade: com gasolina, o Celta é capaz de rodar 13,8 km/l na cidade e 16,9 km/l na estrada. Com álcool, o carro faz 9,5 km/l na cidade e 12,2 km/l na estrada. Mas essas marcas são obtidas em laboratório e servem apenas como referência. Na prática, você dificilmente as atingirá.

Para motoristas de primeira viagem, vale o aviso: para arrancar em ladeiras é necessário pisar fundo. É que esse motor tem a particularidade de entregar potência e torque em giro alto. E se você sair pisando “de leve”, serão grandes as chances de ver o carro morrer. Mesmo conselho nas ultrapassagens: reduza uma marcha ou duas e pise fundo.

Os bancos acomodam bem, são firmes na medida e apoiam corretamente o corpo. Mas caso você tenha mais de 1,67 metro de altura e não seja magro como modelo de passarela, o conforto pode ficar meio comprometido. Limitado em espaço interno, o Celta veste como calça justa. Os movimentos dos braços ficam restritos ao volante, sem liberdade para uma esticada lateral dos cotovelos – a menos que deseje se encostar no passageiro ao lado.

A suspensão, que é firme e transmite ao interior as irregularidades do piso é, de acordo com avaliação do jornal Oficina Brasil, o ponto forte do modelo. A resistência do conjunto mereceu destaque entre os reparadores.

Atenção também ao câmbio, que é bem curto – recurso usado para aumentar a agilidade do carro na cidade. Pode ser que você dê alguns trancos para sair com o carro até se acostumar às marchas.

O isolamento acústico também não é lá essas coisas. Se você não curte samba, faça um test-drive com os ouvidos bem atentos. Em giro mais alto, às vezes o motor vibra tanto que você tem a sensação de a bateria da Mangueira estar no banco de trás.

Quanto à visibilidade, o carro recebeu boa nota no índice do Cesvi Centro de Experimentação e Segurança Viária em que são avaliadas visão traseira fornecida pelo espelho retrovisor interno, visão lateral fornecida pelos espelhos laterais e visão dianteira verificação da obstrução na visibilidade causada pela coluna A. De 1 a 5, foram 3 estrelas. Como comparação, o Mille ganhou 3,5 estrelas.

A recomendação vale para todos: faça test-drive. É um direito seu. Se a concessionária alegar que não tem carro para avaliação, desconfie e procure em outra. Em casos extremos, peça ajuda a um amigo que tenha um carro igual. Você não pode comprar seu primeiro carro sem prová-lo antes.


Ficha técnica – Chevrolet Celta 1.0 VHC Flexpower

Motor

Disposição: Transversal
Número de cilindros: 4 em linha
Cilindrada cm3: 999

Potência

Álcool: 78 cv a 6.400 rpm Gasolina: 77 cv a 6.400 rpm

Torque máximo líquido

Álcool: 95 Nm a 5.200 rpm
Gasolina: 93 Nm a 5.200 rpm

Média de consumo – cidade/estrada

Gasolina: 13,8 / 16,9 / 15,0
Álcool: 9,5 / 12,2 / 10,5

Transmissão

Modelo: F17 Minus HR
Manual de 5 velocidades

Chassis/suspensão

Dianteira: Independente McPherson, molas helicoidais com carga lateral, amortecedores telescópicos hidráulicos pressurizados a gás.
Traseira: semi-independente com braços oscilantes, molas tipo barril progressivas, amortecedores telescópicos hidráulicos pressurizados a gás.
Direção: Manual, por pinhão e cremalheira.
Direção redução: manual: 22,0:1 Hidráulica: 16,0:1

Freios

Tipo: Discos dianteiros, tambor traseiro

Roda: 13”
Pneus: 165/70R13 175/65R14

Dimensões

Distância entre eixos: 2,44 m
Largura: 1,63 m
Altura: 1,43 m
Porta-malas: 260 l

_________________

Twitter
_________________

Gosta de Celta?
Encontre as melhores ofertas no site WebMotors.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors