Relembre carros que homenagearam as Olimpíadas

Evento começaria nesta semana, mas ficou para o ano que vem. Abaixo, veja 5 carros "conectados" aos Jogos Olímpicos

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Relembre carros que homenagearam as Olimpíadas
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

As Olimpíadas de Tóquio começariam nesta semana se não tivessem sido adiadas para 2021 devido à pandemia mundial causada pela Covid-19. Curiosamente, o universo automotivo está diretamente conectado ao tradicional evento multiesportivo.

Quer a prova? Abaixo vamos listar cinco carros que homenagearam os Jogos Olímpicos. Lembrou de algum outro? Deixe sua resposta no campo de comentários que fica no "pé" da reportagem.

1. Volkswagen Voyage Los Angeles 1984

Você vai reparar que essa lista traz três exemplos da Volkswagen, uma das marcas que mais tem costume de se associar ao evento esportivo. O primeiro deles é o Voyage Los Angeles, de 1984, criado para homenagear as Olimpíadas que aconteceram na cidade norte-americana daquele ano.

O sedã trazia como diferenciais uma pintura especial em azul e equipamentos únicos que não podiam ser encontrados nos Voyage convencionais. Naquela competição, o Brasil terminou com oito medalhas e apenas uma foi de ouro - a de Joaquim Cruz, campeão da disputa dos 800 m rasos no atletismo.

Carros que homenagearam as Olímpiadas: Volkswagen Voyage Los Angeles, em 1984
icon photo
Legenda: Carros que homenagearam as Olímpíadas: Volkswagen Voyage Los Angeles, em 1984
Crédito: Reprodução

2. Chevrolet Monza Barcelona 1992

Alguns anos depois outro clássico modelo brasileiro foi escolhido para celebrar os Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992: o Chevrolet Monza de segunda geração - conhecido como Tubarão. Ele era equipado com um motor 2.0 a gasolina de injeção monoponto, de 110 cv e 16,6 kgf.m de torque, e câmbio manual de cinco marchas.

Naquele ano, o desempenho do Brasil não foi como o esperado, já que nosso país conquistou apenas três medalhas - duas de ouro e uma de prata. O Chevrolet Monza Barcelona, no entanto, por ser de uma série limitada, virou até carro de colecionador.

Monza Barcelona
icon photo
Legenda: Chevrolet Monza Barcelona virou item de colecionador por ter sido vendido como série limitada. Você já viu um?
Crédito: Reprodução

3. Volkswagen Gol e Parati Atlanta 1996

A dupla de carros de entrada da Volks em 1996 serviu de base para o lançamento da versão Atlanta - em homenagem, é claro, aos Jogos Olímpicos que aconteceram na cidade norte-americana naquele ano. O Gol era equipado com motor 1.6, enquanto a station wagon utilizava um 1.8 - ambos aspirados e da família AP.

Naquela edição do evento esportivo, o Brasil fechou sua participação com 15 medalhas: três de ouro (uma no vôlei de praia masculino e duas no iatismo), três de prata e nove de bronze.

 Volkswagen Parati Atlanta 1996 foi uma das escolhas da marca alemã para comemorar o evento daquele ano
Legenda: Volkswagen Parati Atlanta 1996 foi uma das escolhas da marca alemã para comemorar o evento daquele ano
Crédito: Divulgação

4. Volkswagen Gol Série Ouro 2000

Quatro anos depois os Jogos Olímpicos aconteceram em Sidney, na Austrália. E o Volkswagen Gol novamente foi escolhido para virar série especial comemorativa. Só que, desta vez, o nome da versão não foi a cidade-sede, mas sim uma alusão em referência à medalha mais desejada. O nome também foi utilizado pelo Volkswagen Polo, em 2004, durante as Olimpíadas de Atenas.

O Gol Série Ouro 2000 tinha motor 1.0 16V e, nas palavras da Volks, os equipamentos mais atuais daquela época, além de adesivos comemorativos das Olimpíadas nas laterais. Em 2000, o Brasil terminou a competição com seis medalhas de prata, seis de bronze e NENHUMA de ouro. Irônico, não?

Gol Série Ouro 2000
icon photo
Legenda: Gol Série Ouro 2000 foi o jeito que a Volks encontrou de celebrar os Jogos Olímpicos daquele ano, em Sidney
Crédito: Miau Museu

5. Nissan March e Kicks Rio 2016

A Nissan inaugurou sua fábrica em Resende (RJ) em 2014 e apresentou no Salão do Automóvel daquele ano o conceito Kicks, projeto de SUV compacto que teve auxílio brasileiro em seu desenvolvimento. Dois anos depois a marca japonesa, patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos do Rio em 2016, decidiu criar uma versão especial de seus carros justamente por ter se tornado fluminense (e carioca, já que sua sede passou para um escritório na capital do Rio).

Surgiam ali March e Kicks com o sobrenome Rio 2016. O March já existia há alguns anos em nosso mercado, mas o Kicks aparecia em sua versão de produção pela primeira vez justamente na época das Olimpíadas. Naquele ano, em nossa primeira competição "em casa", o Brasil bateu recorde nos Jogos, com sete ouros, seis pratas e seis bronzes - 19 medalhas no total.

icon photo
Legenda: Kicks Rio foi um dos carros criados pela Nissan para homenagear as Olimpíadas do Rio
Crédito: Rafael Munhoz/Divulgação
Comentários