Logo WM1

O canal de notícias da Webmotors

Limpar buscar

VW aposenta motor a ar com edição limitada da Kombi

Modelo ganhará nova motorização em 2006
  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. VW aposenta motor a ar com edição limitada da Kombi
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A Volkswagem do Brasil lançou a série limitada Kombi Série Prata para marcar o fim da produção do motor arrefecido a ar. Com edição limitada a apenas 200 unidades, a Kombi é o último modelo do mundo a utilizar a invenção de Ferdinand Porsche, em meados da década de 30. No Brasil, estreou em 1953, montado nos primeiros Fusca e, em setembro de 1957, passou a equipar Kombi.

O motor da Série Prata é movido a gasolina injeção eletrônica multipoint, de 1.584 cm3 e quatro cilindros contrapostos, que desenvolve potência de 58 cv a 4.200 rpm e torque máximo de 11,3 kgfm a 2.600 giros. O preço sugerido para a Kombi Série Prata é de R$ 39.200,00. A partir de 2006, a Volkswagen inicia a comercialização da Kombi com nova motorização.

A Kombi Série Prata é pintada na cor “Prata Light Metálico”, além de possuir vidros verdes e do pára-brisa degradê, grade frontal, pára-choque e os aros dos faróis com acabamento “Cinza Cross”. As setas direcionais possuem lentes brancas cristal. Na traseira, além do pára-choque “Cinza Cross”, destaque para as lanternas fumês e pelo logotipo “Kombi Série Prata”.

No Brasil, o “VW a ar” equipou toda a linha de veículos da marca entre os anos 50 e 70, que compreendia Kombi, Fusca, Karmann-Ghia, Karmann-Ghia TC, TL, Sedan 1600, SP-1, SP-2, Brasília, Variant, Variant II. Gol e Saveiro, em seus primeiros anos de produção, também usaram o motor a ar.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors