10 dúvidas bastante comuns sobre carros elétricos

Com o aumento das vendas e de modelos, as dúvidas sobre os veículos a eletricidade crescem. Confira as principais.

  1. Home
  2. Dicas
  3. 10 dúvidas bastante comuns sobre carros elétricos
Guilherme Silva
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Apesar da pandemia, as vendas de veículos elétricos no Brasil bateram recorde em 2020. Segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), no ano passado foram comercializadas 19.745 carros elétricos ante os 11.858 emplacamentos de 2019, aumento de 66,5%.

De acordo com a ABVE, pela primeira vez os modelos eletrificados representaram 1% do mercado total de veículos no país, o melhor ano da série histórica da entidade, iniciada em 2012. Ainda assim, os elétricos ainda despertam curiosidade e dúvidas a respeito de seu funcionamento e suas capacidades. Respondemos abaixo algumas questões corriqueiras sobre os veículos movidos a eletricidade. Você tem alguma pergunta não contemplada na nossa lista, deixe a dúvida nos comentários.

Principais dúvidas sobre carros elétricos

1 – Qual a diferença entre um carro 100% elétrico e um híbrido?

O elétrico tem motor (es) alimentado (s) apenas pela eletricidade armazenada em suas baterias, enquanto o híbrido possui dois motores: um elétrico e outro a combustão, que também funciona como gerador de energia.

2 - Por que os carros elétricos são mais caros que os modelos a combustão?

Fruto de um complexo processo de pesquisa e desenvolvimento, o carro elétrico é dotado de tecnologias recentes, que ainda não atingiram seu estado de maturação no mercado. Com o avanço dos recursos e os ganhos de escala com o aumento da produção nos últimos anos, os elétricos têm alcançado faixas de preços mais próximas dos carros a combustão.

3 – A manutenção do carro elétrico é mais cara?

Apesar de ser mais caro no momento da compra, o carro elétrico é mais barato de manter ao longo da vida útil, pois têm menos peças móveis e não necessita de componentes essenciais presentes nos veículos a combustão. Os modelos movidos a eletricidade não precisam substituir itens de desgaste natural, como o óleo e o fluido de arrefecimento do motor, velas de ignição, embreagem.

Thumbnail Audi E Tron 2020 1280 F4
O carro elétrico é mais barato de manter ao longo da vida útil
Crédito: Divulgação

4 – O que é regeneração de energia?

Os carros elétricos são capazes de recuperar parte da energia das baterias por meio de um sistema que funciona da seguinte maneira: ao tirar o pé do acelerador, o motor deixa de consumir para gerar eletricidade. O motor aproveita o “embalo” do carro para gerar diferentes níveis de resistência ao movimento, que recarregam as baterias.

5 – Posso usar o carro elétrico quando chover?

Sim. A cabine e todos os componentes elétricos são totalmente isolados e seguros.

6 – O que fazer se acabar a carga da bateria?

O mesmo que você faria se o seu carro a combustão ficar sem gasolina: empurrá-lo para um local seguro e sinalizado com o triângulo de segurança. Para isso, é necessário destravar a transmissão para liberar o movimento das rodas. O manual do proprietário orienta esse processo de acordo com cada modelo. Depois disso, o motorista deve chamar socorro para rebocar ou recarregar o veículo.

7 – Ar-condicionado, luzes e rádio descarregam a bateria?

Como nos carros a combustão, os equipamentos eletrônicos consomem energia da bateria de 12 volts, mas o consumo é mínimo, uma vez que ela é alimentada pela bateria principal.

Chevrolet Bolt
Chevrolet Bolt é o único elétrico da marca norte-americana vendido no Brasil
Crédito: Divulgação

8 – A bateria fica viciada?

Não. O conjunto de baterias é composto por diversos módulos, que se compensam quando um deles apresenta alguma ineficiência. Dessa forma, o sistema equilibra a carga para não afetar o funcionamento do veículo.

9 – É possível fazer uma “chupeta” para recarregar um carro elétrico?

Não. O procedimento usado para recarregar a bateria de 12 volts de carros a combustão não é capaz de fornecer energia suficiente para abastecer um veículo elétrico.

10 – Os carros elétricos são mais eficientes que os a combustão?

Em linhas gerais, sim. Um carro elétrico consome cerca de 20 kWh para rodar 100 km, enquanto um modelo a combustão precisa de 10 litros de gasolina, em média, para percorrer a mesma distância. Se considerarmos o valor do kWh (R$ 0,32) e o preço médio da gasolina (R$ 5,00) na cidade de São Paulo em março de 2021, uma viagem de 100 km com um carro elétrico teria um custo de R$ 6,40 contra R$ 50,00 do modelo a combustão.

Comentários