Abeiva faz balanço positivo do Salão

Entidade afirma que importados foram “capítulo à parte” e reivindica menor alíquota
  1. Home
  2. Bolso
  3. Abeiva faz balanço positivo do Salão
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O presidente da Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores – Abeiva, André Müller Carioba, considerou “extremamente positivo” o resultado do XXIII Salão Internacional do Automóvel, encerrado no dia 31 de outubro, no Pavilhão de Exposições, Anhembi, em São Paulo. Na opinião de Carioba, diversos fatores concorreram para o sucesso do evento, a começar pela presença maciça do público visitante, estimado em cerca de 500 mil pessoas durante os 10 dias da mostra.

Para André Carioba, os veículos importados, não apenas das marcas filiadas à Abeiva, mais uma vez traduziram-se num “capítulo à parte” das atrações do Salão – prova disso é que do total de 327 veículos expostos, 183 são importados e 144 nacionais.

O Salão do Automóvel também mostrou para o consumidor brasileiro várias novidades recém lançadas na Europa, entre elas, por exemplo, o Série 1, da BMW, e o novo Sportage, da Kia Motors, dois modelos mostrados há pouco mais de um mês no Salão de Paris.

De acordo com a entidade, o salão tem um peso extra nas negociações para redução das tarifas praticadas – alíquota de importação de 35%, IPI de 25% para veículos com motor acima de 2.0 litros e o recente aumento do PIS/Cofins. A Abeiva reivindica taxa zero de importação, o que, segundo Carioba, não causaria interferência na performance da indústria local. O presidente da entidade afirma que continua depositando grande confiança na assinatura do acordo Mercosul-EU para que aconteça no próximo ano.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors