Associação do setor atribui queda às greves

Importados vendem menos em abril
  1. Home
  2. Bolso
  3. Associação do setor atribui queda às greves
Antonio Geremias
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Abeiva anunciou nesta quinta-feira 10/05 que houve uma queda de 9,5% 3.880 unidades contra 4.289 nas vendas do mês de abril em relação a março. Essa queda foi atribuída à greve dos fiscais portuários e à ameaça de greve dos caminhoneiros, na última semana de abril, que se concretizou no começo de maio.

Os importadores, temerosos de depredações, deixaram de distribuir veículos aos concessionários. Em relação a abril de 1999, a queda foi de 0,9%. Mas o resultado dos quatro primeiros meses desse ano, contudo, foi bem melhor que o do mesmo período de 1999 — 16.032 unidades contra 11.289, um acréscimo de 39,5%.

A participação da Abeiva no mercado interno em abril foi de 3,3% e de 3,7% no quadrimestre. A marca que mais vendeu em abril foi a Peugeot, com 1.636 carros comercializados. Também foi dela o modelo mais vendido, o 206 com 877 unidades, modelo que será fabricado no Brasil a partir de 2.001. A vice-liderança ficou com a Citroën 785 unidades, assim como o segundo carro mais vendido, o Xsara 571.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors