A associação dos fabricantes de veículos vendeu mais em fevereiro

Anfavea divulga números positivos
  1. Home
  2. Bolso
  3. A associação dos fabricantes de veículos vendeu mais em fevereiro
Antonio Geremias
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Pinheiro Neto, anunciou hoje, quinta, 02/03, 12h30, os resultados das vendas de fevereiro. A produção cresceu 33% em relação a janeiro 1224.000 unidades contra 93.000; as vendas no atacado para as concessionárias, cresceram 27,6% 100.400 contra 78.700 unidades, e o mercado total nacionais mais argentinos e importados no atacado aumentou em 25,5% 111.100 unidades contra 88.500. Também as exportações foram maiores – em janeiro foram US$ 229 milhões, contra os US$ 280 milhões de fevereiro, 22% a mais.

Pinheiro Neto considera que, mesmo levando-se em conta a desvalorização cambial de janeiro de 99, os resultados de janeiro/fevereiro de 2000, bem melhores que os do mesmo período de 1999 31% a mais de produção; 61,2% de vendas no atacado e 46,8% no mercado total no atacado, dão margem a entusiasmo: “há indícios palpáveis, não apenas no setor automobilístico, de uma melhoria no plano econômico nacional”. Para ele, “as exportações devem aumentar, e muito; talvez algo em torno de 30%”. Na última projeção feita pela entidade, o crescimento estimado era de 15% - de um faturamento de US$ 3,5 bilhões em 1999, passar-se-ia para US$ 4 bilhões em 2000. Agora, o valor seria de US$ 4,55 bilhões.

O presidente da Anfavea falou, ainda, sobre o programa de renovação da frota e reciclagem da sucata. Para ele, o Seminário que acontece no próximo dia 13/03, com sua presença, a do Governador Mário Covas, do Ministro do Desenvolvimento Alcides Tápias e de outras autoridades e homens públicos do setor, pode ser definitivo. “As negociações entre todas as partes envolvidas estão bem adiantadas. Em termos técnicos reciclagem está tudo praticamente acertado; no quesito burocracia, estamos discutindo a questão das multas. Na área financeira e de impostos é onde avançamos com mais lentidão”.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors