Bloodhound SSC quer quebrar barreira dos 1.600 km/h em terra

Construído no Reino Unido, veículo projetado por Richard Noble tem meta de atingir 1.050 mph, ou 1.690 km/h
  1. Home
  2. Bolso
  3. Bloodhound SSC quer quebrar barreira dos 1.600 km/h em terra
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- 1.228 km/h. Este é o recorde mundial de velocidade em terra, estabelecido em 1997 por Andy Green com o supercarro Thrust SSC. Muito? Tem quem ache pouco. Especialmente Richard Noble e o pessoal da Curventa, que projetaram o Bloodhound SSC. Com este superautomóvel, eles esperam chegar a 1.690 km/h. É uma marca cinco vezes melhor que a máxima de que um F1 é capaz e mais rápida até do que a bala de uma Magnum .357.

Segundo os envolvidos no projeto, nunca o recorde de velocidade foi ampliado com tamanha disposição. Para ter uma idéia do tamanho da ambição, nenhuma aeronave conseguiu atingir velocidade parecida em baixa altitude. Outro parâmetro é o carro a diesel mais veloz do mundo, o JCB Dieselmax, também pilotado por Andy Green, que atingiu 526,027 km/h em agosto de 2006.

O plano para atingir essa velocidade é associar dois motores: um a jato, chamado de EJ-200, e um foguete, que será acionado quando o motor a jato tiver atingido sua velocidade máxima. As acelerações e desacelerações que o piloto terá de agüentar são superiores a 3 g.

O palco da tentativa de quebra de recorde não será Bonneville nem no deserto de Black Rocket, onde o recorde anterior foi quebrado. A bem da verdade, a data da tentativa de quebra de recorde vai depender justamente de encontrar um lugar que agüente as rodas de aço do Bloodhound SSC. Se alguém tiver sugestões, a equipe que desenvolve o carro ficará satisfeita em ouvir, mas não deve existir muitos lugares no mundo com 16 km de superfície absolutamente reta no mundo.

Gosta de superesportivos?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas:

Aston Martin

Porsche

Ferrari

Lamborghini

Leia também:

Carro e gafanhoto se misturam? No Insecta Concept, sim

Ford T do século XXI tem projeto alemão

Fiat Bugster será principal atração da marca no salão

MDI apresenta o AIRPod, o primeiro modelo da marca a ser fabricado

MDI muda nome de seus carros para FlowAIR

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors