5 carros que romperam a barreira de R$ 1 milhão

Listamos modelos que ultrapassaram esse patamar, seja por causa da variação cambial, por modernizações ou ambos

  1. Home
  2. Bolso
  3. 5 carros que romperam a barreira de R$ 1 milhão
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O mercado automotivo vive momentos instáveis devido à oscilação cambial. Isso faz com que os preços de vários automóveis mudem mensalmente. Fomos atrás de cinco carros que romperam há pouco tempo a barreira de R$ 1 milhão.

Atenção: os preços dos carros listados abaixo podem variar, como falamos. Se você por acaso ler esta reportagem em uma época diferente da que ela está sendo publicada, não deixe de conferir o valor oficial de cada modelo no site oficial de cada fabricante.

Carros que hoje passam de R$ 1 mi

1. BMW X7

O primeiro caso é o do maior SUV da BMW, o X7, que chegou ao Brasil em 2019 pela etiqueta de R$ 619.950. Hoje, custa R$ 450 mil a mais e sai por R$ 1.069.950. O modelo tem somente uma versão, chamada M50i, equipada com motor V8 de 4,4 litros capaz de render 530 cv e 76,5 kgf.m de torque, com câmbio automático de oito marchas e sistema de tração 4x4.

Chegou (em 2019) por: R$ 619.950

Hoje custa: R$ 1.069.950

Veja mais informações sobre o X7 no catálogo Webmotors!

BMW X7 M50i
BMW X7 M50i hoje custa R$ 1.069.950 e é o SUV mais luxuoso da marca alemã no Brasil e no mundo
Crédito: Ricardo Rollo/WM1

2. Audi RS Q8

O segundo da nossa lista é o Audi RS Q8, que chegou ao Brasil no ano passado por R$ 981.990 e hoje pode ser seu por R$ 1.049.990. O RS Q8 tem motor V8 biturbo 4.0 de 600 cv e 80 kgf.m de torque - seu foco é muito mais esportivo do que luxuoso, mas consegue ser os dois. O câmbio é automático de oito velocidades e o sistema de tração é integral permanente.

Chegou (em 2020) por: R$ 981.990

Hoje custa: R$ 1.049.990

Veja mais informações sobre o RS Q8 no catálogo Webmotors!

Rs Audi Rsq8 6
Audi RS Q8 hoje custa mais de R$ 1 milhão e tem a mesma arquitetura de um Lamborghini Urus

3. Porsche Cayenne (versão Turbo S E-Hybrid)

Até o Porsche Cayenne pode custar mais de R$ 1 milhão. O modelo chegou ao Brasil há dois anos, época em que custava menos de R$ 500 mil. Com a variação cambial, o preço aumentou - e com os acréscimos de equipamentos, o valor pode chegar a surreais R$ 1.061.031 - embora a versão de entrada do carro custe, hoje, R$ 889 MIL.

Chegou (em 2019) por: R$ 435 mil

Hoje pode custar: R$ 1.061.031

Veja mais informações sobre o Cayenne no catálogo Webmotors!

Cayenne Híbrido
Primeiro Cayenne, feito ao lado do Audi Q7 e VW Touareg, salvou a Porsche. Hoje, tem até versão acupezada
Crédito: Divulgação

4. Mercedes-Benz Classe G

Lembro quando fui chamado pela Mercedes-Benz para conhecer o Classe G 55 AMG em 2011, de uma geração atrás. O carro, naquela época, tinha preço oficial de importação de US$ 295 mil - que, com o dólar a R$ 1,60, resultava em R$ 472 mil. Dez anos depois a versão importada para cá é a G 63 AMG, de nova geração, por R$ 1.685.900.

Chegou a custar: US$ 295 mil em 2011, com o dólar a R$ 1,60, total de R$ 472 mil

Hoje custa: R$ 1.685.900

Veja mais informações sobre o Classe G 63 AMG no site oficial da marca!

Mercedes-Benz G 63 AMG
Mercedes-Benz G 63 AMG de última geração tem preço que encosta nos R$ 1,7 milhão no Brasil
Crédito: Ricardo Rollo / WM1

5. Maserati Levante S

O SUV Levante, da Maserati, é outro dos carros que rompeu a barreira de R$ 1 milhão. Renovado, ele chegou ao Brasil no ano passado por R$ 790 mil na versão S, que tem apelo mais esportivo, e que hoje não sai por menos de R$ 1.190.000 - exatos R$ 400 mil a mais. O utilitário tem motor V6 de 350 cv e 51 kgf.m na versão de entrada, mas na Trofeo, que já custava R$ 1,8 mi em 2020, usa moto V8 biturbo da Ferrari.

Chegou (em 2020) por: R$ 690 mil (R$ 790 mil na versão "S")

Hoje custa: R$ 1.190.000

Veja mais informações sobre o Maserati Levante no catálogo Webmotors!

Maserati Levante é o quinto SUV mais rápido do mundo na versão "Trofeo" e custa mais de R$ 1 milhão no Brasil
Crédito: Maserati Levante
Comentários