Cinco hábitos que te fazem gastar mais combustível

Muitas vezes costumes simples podem prejudicar consumo e eficiência do seu carro. Veja alguns deles e como evitá-los

  1. Home
  2. Bolso
  3. Cinco hábitos que te fazem gastar mais combustível
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

É comum ter hábitos e costumes dentro de um automóvel. Só que muitos deles podem te fazer gastar mais combustível - alguns de maneira sutil, outros até em excesso. No fim de ano, período no qual boa parte da turma pega a estrada, é importante saber o que fazer (e o que não fazer) para dar aquela economizada. Por isso, vamos listar alguns hábitos que aumentam o consumo de seu carro.

Vale destacar que muitos deles também podem se intensificar se o motorista não seguir à risca a manutenção periódica prevista no Manual do Proprietário. Portanto, fique atento à nossa lista e veja como evitar o consumo excessivo - ou melhorar os números registrados atualmente.

Cinco hábitos que te fazem gastar mais combustível

1. Sobrecarregar o porta-malas

Se você vai viajar e costuma lotar o porta-malas, temos uma notícia... Essa prática faz seu veículo consumir mais combustível. Acredite: qualquer peso extra exige mais força do motor e, por consequência, mais combustível.

Procure dar uma lida no manual do seu carro. Lá você encontra o peso máximo que seu bagageiro é capaz de suportar (que já interfere no consumo, afinal, quanto mais leve estiver o carro, menor necessidade de fazer força). Qualquer peso extra desnecessário, portanto, fará você gastar mais.

Fiat Siena GNV
Porta-malas tem volume (em litragem) e capacidade de carga (em peso) máximos. Procure respeitar
Crédito: Divulgação

2. Rodar com calibragem de pneus errada

Já falamos aqui no WM1 que a calibragem dos pneus fazr parte de uma rotina de cuidados que deve-se ter com o automóvel. Faz bem à saúde do carro dar uma olhada na pressão dos pneus no mesmo momento em que se abastece, por exemplo.

Infelizmente, o brasileiro não tem este costume. E isso faz você gastar mais - às vezes, até bem mais. Quando os pneus estão com pelo menos quatro libras abaixo do recomendado, o consumo pode aumentar em até 15%. Calibre e melhore não só a eficiência do seu carro, mas também a vida útil dos pneus, do sistema de direção e da suspensão.

O recomendado é trocar o conjunto de bico, válvula e tampa sempre que for substituir um pneu
Mantenha bico, válvula e tampa do pneu em boas condições para evitar perda de pressão após a calibragem

3. Combustível de baixa qualidade

Abastecer o carro em postos que não sejam confiáveis pode trazer consequências terríveis para seu automóvel. Além de prejudicar o motor, o combustível de má qualidade tem menor octanagem, o que faz com que o consumo do carro também aumente. Fuja disso.

Uma dica para saber quais são os melhores postos é conversar com taxistas e/ou motoristas de aplicativos que têm costume de abastecer com mais frequência. Não precisa pagar caro pelo combustível: é possível achar lugares com valores justos. Mas pagar MUITO barato pode ser uma cilada, Bino.

Ranking da economia foi feito a partir do PBEV do Inmetro
Cuidado com aditivos extras oferecidos por frentistas. Opte por etanol ou gasolina aditivados convencionais
Crédito: Divulgação

4. Usar o óleo errado ou vencido

Além do tipo de combustível e da pressão correta nos pneus, é essencial ficar ligado no óleo de lubrificação do motor. Além de prejuízos mecânicos, já relatados aqui no WM1, rodar com um tipo de óleo diferente do recomendado no manual - ou um lubrificante vencido - aumenta o atrito das peças internas. Isso, obviamente, faz com que o consumo de combustível suba consideravelmente.

Quando trocar o óleo do carro: imagem mostra uma mão colocando óleo no motor
Completar o óleo com qualquer tipo de lubrificante pode danificar o motor. Saiba o que seu carro carrega
Crédito: iStock

5. Abrir os vidros e deixar o ar ligado

Ar-condicionado aumenta o consumo, mas isso não é notícia nova. Se você for utilizá-lo, mantenha os vidros fechados e procure fazê-lo em velocidades acima de 70 km/h, já que o arrasto aerodinâmico com eles fechados é menor, o que compensa o aumento de consumo provocado pelo ar.

Agora, se você for rodar em velocidades menores e o calor não estiver tão forte, desligar o ar e abrir os vidros pode ajudar a não gastar tanto combustível. Agora, rodar com as janelas abertas e o ar ligado é pedir para perder eficiência - nessas condições, de acordo com dados de alguns fabricantes, o consumo pode aumentar em até 20%.

Rodar com os vidros fechados compensa em velocidades altas. Ar ligado e eles abertos = alto consumo
Crédito: toyota corolla 2018 acessorios moldura cromada vidro
Comentários