Como evitar chateações com o IPVA deste ano

Veja as dicas para não perder tempo ou dinheiro com o pagamento deste imposto
  1. Home
  2. Bolso
  3. Como evitar chateações com o IPVA deste ano
Rodrigo Samy
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- As cotas do IPVA Imposto sobre a propriedade de Veículos Automotores estão vencendo e tem muita gente se descabelando com prazos, valores e cálculos.

Apesar de ser cobrado anualmente, é difícil encaixar o tributo no orçamento doméstico quando não há um planejamento para isso. Outro deslize vem daqueles que gostam de deixar o imposto para o dia seguinte. Prazo vencido e boleto na gaveta é sinal de juros na certa.

O WebMotors oferece aos usuários do Programa Agenda do Carro um benefício exclusivo. Agora, além dos avisos sobre a manutenção do seu carro, o proprietário do veículo pode receber informações sobre os dias de vencimento do IPVA, do Seguro Obrigatório ou do financiamento. A mesma regra serve para quem é integrante da Agenda da Moto. Se você ainda não conhece o sistema, clique aqui.

Como devo pagar o IPVA?

Se você é aquele proprietário que programa as contas e tem dinheiro em caixa, uma boa saída para amortizar o imposto é usar a cota única, principalmente se o desconto for acima de 10%. A data do vencimento da cota única varia dependendo de cada secretaria estadual.

Em São Paulo, o prazo final para o pagamento com desconto e em parcela única do IPVA é amanhã dia 9 de janeiro de 2008 para veículos com placa final 1, dia 10 para placas final 2, dia 11 para placas final 3, e assim sucessivamente até o dia 22, quando vence o imposto para placas final zero.

Outras opções são pagar à vista sem desconto em fevereiro ou em três parcelas nos meses de janeiro, fevereiro e março.

Para pagar o imposto o contribuinte deve ir com o número do Renavan Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo às agências bancárias credenciadas de cada Estado. O pagamento pode ser feito também por meios eletrônicos, como caixas de auto-atendimento ou internet. Em alguns Estados, as lotéricas ligadas à Caixa Econômica Fcaptional também fazem o recolhimento.

Tenho dinheiro para pagar tudo?

Se o seu automóvel está cheio de dívidas, IPVA atrasado, licenciamento vencido e multas caducando, uma opção segura e viável é o Carro em Dia, da Aymoré Financiamentos. Este serviço propõe o financiamento de débitos de trânsito para regularização dos documentos do seu veículo. Por enquanto, ele só está disponível para os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Posso rodar sem pagar o IPVA?

Se você deixar de pagar o imposto são cobrados multa fracionada dia-a-dia, até o limite máximo de 20%, e juros de 1% ao mês. O comprovante de pagamento do IPVA não substitui o documento de licenciamento do veículo. O CRLV Certificado de Licenciamento do Veículo só é entregue pelo Detran na ocasião do licenciamento anual, e conterá, dentre outras, as informações do pagamento do IPVA.

O Seguro Obrigatório vence junto com o IPVA?

O Dpvat Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre foi criado por Ernesto Geisel com o objetivo de garantir às vítimas de acidentes causados por veículos, ou por suas cargas, indenizações em caso de morte e invalidez permanente, e o reembolso de despesas médicas.

As indenizações são pagas independentemente de apuração de culpa, da identificação do veículo ou de outras apurações, desde que haja vítimas, transportadas ou não.

A lei determina que o Dpvat deve ser pago todos os anos com a cota única ou primeira parcela do IPVA.

O veículo inadimplente poderá ter problemas com a fiscalização, pois não será considerado devidamente licenciado. Além disso, em caso de acidente, o proprietário não terá direito à cobertura, não estando, contudo, isento de ressarcir as indenizações pagas às vítimas.

Onde o imposto é mais barato?

De acordo com a lei, todo motorista deve recolher e emplacar o seu automóvel na cidade em que tem casa. Mas como São Paulo tem o IPVA mais caro do país, muitos motoristas prefere emplacar seus carros em outros estados residência de veraneio por exemplo.

Para combater os motoristas que emplacam seus carros em cidades onde o imposto é mais barato, a Secretaria Estadual da Fazenda de São Paulo tomou uma medida autoritária, preparou uma operação para localizar os infratores. Parou o trânsito literalmente exigindo confirmações sobre as moradias. De acordo com a secretaria, existem cerca de 7 mil donos de carros que moram em São Paulo e informam endereços falsos.

Os Estados mais procurados para o emplacamento de veículos são Tocantins e Paraná. Em Tocantins, por exemplo, todo carro zero quilômetros é isento do primeiro IPVA. Em Curitiba, as locadoras pagam apenas 1% do valor do veículo.

Outro motivo que incentiva a guerra fiscal do IPVA é a variação do desconto para pagamentos antecipados. No Tocantins, o contribuinte consegue até 15% de desconto, no Paraná, cerca de 9% e, em São Paulo, apenas 3%.

No Pará, existe o IPVA Cidadão, que dará descontos, a partir de janeiro de 2008, para quem não possuir multas. O desconto pode variar de 10 a 15%.

Veja a carga tributária para automóveis em 11 Estados

Alagoas – 2,5%
Bahia – 3,5%
Ceará – 2,5%
Espírito Santo – 2%
Minas Gerais – 4 %
Pará – 2,5%
Paraná – 2,5%
Piauí – 2,5%
Rio Grande do Norte – 2,5%
Rio Grande do Sul – 3%
São Paulo – 4%

Leia também:

IPVA chega sempre como presente de Natal. Prepare o bolso

Licenciamento: a diferença entre a teoria e a prática

Vencedores e vencidos – IPVA 2007

Governo altera multas por excesso de velocidade

O trânsito e o parlamento

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors