Como financiar uma moto: veja o passo a passo

Se você sonha em ter independência e quer se livrar do ônibus, confira como financiar sua motocicleta aqui na Webmotors

  1. Home
  2. Bolso
  3. Como financiar uma moto: veja o passo a passo
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Se livrar do transporte público e ter conveniência para se locomover é o sonho de muitos brasileiros. E a motocicleta muitas vezes é a porta de entrada para essa independência. Para ajudar a realizar o seu, o WM1 irá falar tudo sobre como financiar uma moto.

Veja como funciona essa modalidade de negócio. Reunimos um passo a passo completo com o que é preciso para conseguir o seu financiamento o quanto antes!

Como funciona o financiamento de motos?

Se você já tem algum conhecimento sobre financiamentos em geral, irá perceber que o de moto não é diferente. Ele também funciona como um tipo de empréstimo, muito conhecido como Crédito Direto ao Consumidor (CDC).

Para conseguir financiar uma moto, será necessário que alguma instituição financeira aprove o seu perfil e compre o bem no seu nome. Após a compra, você deverá pagar ao banco as parcelas pré-acordadas referentes ao valor do automóvel.

O número de parcelas e o valor pago em cada uma delas tendem a variar, dependendo do banco escolhido. Neste momento, é importante optar por aquele que oferece as menores taxas de juros, pois assim você desembolsa menos.

icon photo
Legenda: Ninja ZX-10R: esportivas também têm planos de financiamento
Crédito: Divulgação

O que eu preciso para conseguir um financiamento de moto?

Se você quer ter seu automóvel na garagem, mas não sabe o que é preciso para conseguir pagar, fique atento ao nosso passo a passo do financiamento de moto:

Prepare-se financeiramente

Um banco não irá aprovar um financiamento se notar que o cliente não oferece condições para realizar o pagamento das parcelas na sequência. Por isso, tenha um planejamento financeiro pensando a longo prazo para que você seja aprovado na análise.

Escolha a instituição financeira

São muitas as opções que irão surgir quando você estiver procurando por uma instituição financeira para o financiamento. No entanto, fique atento aos valores cobrados nas taxas de juros e em todas as condições oferecidas. Opte pelo banco que te oferecer a melhor proposta.

Guarde um dinheiro de entrada

Pagar uma quantia de entrada no momento do financiamento irá poupar diversas parcelas. Tenha em mente que quanto maior for o valor da entrada, menor será o número de parcelas e os juros cobrados pelo banco.

Leve todos os documentos

Quando for o momento de assinar o contrato do financiamento, alguns documentos são exigidos por todos os bancos. São eles:

  • RG;
  • CPF;
  • comprovantes de residência,
  • comprovante de renda.
  • Para comprovar sua renda, você pode utilizar algum holerite (contra-cheque), extrato bancário e até declaração de Imposto de Renda.

    Tenha o nome limpo

    Não adianta seguir todo o passo a passo anterior sobre financiar uma moto, se no final das contas o seu nome estiver no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) ou Serasa. Por isso, para que o banco faça a liberação do crédito, esteja com o nome limpo na praça.

    icon photo
    Legenda: Suzuki Yes: motos de baixa cilindrada são muito procuradas para financiamento
    Crédito: Divulgação

    Posso comprar uma moto sem entrada?

    Sim, é possível fazer o financiamento para comprar a moto sem dar nada de entrada, mas vai depender das condições impostas pela instituição financeira escolhida. Geralmente os bancos financiam o valor total da moto quando ela é nova.

    Além disso, como dissemos anteriormente, o valor de entrada serve para diminuir o número de parcelas do financiamento e, consequentemente, reduzir o valor pago em juros — por isso é ideal ter um valor inicial ao fechar o contrato.

    Agora se você optou pelo financiamento de moto por uma urgência, é importante ter uma renda compatível com o valor das parcelas. Não utilize mais do que 30% do seu orçamento para os pagamentos mensais.

    É importante alertar que, diferente do consórcio de automóveis, caso você fique impossibilitado de realizar os pagamentos das parcelas e desista, o banco não realiza o reembolso do valor pago no consórcio de motos. Ou seja, tenha sempre a certeza e se planeje.

    Conheça o financiamento Webmotors com o Santander!

    Se você já sabe qual é o modelo e está seguindo todo o nosso passo a passo sobre como financiar uma moto, chegou a hora de conhecer o financiamento Webmotors com o Santander. Veja nossas condições e escolha o melhor para o seu bolso!

    Comentários

    Ofertas Relacionadas

    logo Webmotors