Posso comprar ou vender veículo alienado?

Comprar ou vender carro ou moto com financiamento ainda ativo é possível, mas exige alguns cuidados; saiba quais são

  1. Home
  2. Bolso
  3. Posso comprar ou vender veículo alienado?
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Ao pesquisar as ofertas da Webmotors, você pode se deparar com um carro ou moto do seu interesse, mas este ainda tem financiamento ativo. O ideal é comprar um veículo sem dívida nem outras pendências para fazer a compra financiada, mas, se o negócio é realmente interessante para você e o preço for justo, já descontado o saldo devedor, alguns cuidados são necessários.

"Para comprar um carro que ainda está financiado, existem duas alternativas: a primeira é a quitação do saldo devedor do veículo alienado, no qual o dono atual deverá solicitar a quitação antecipada do financiamento ao banco, ou seja, pagar de uma vez as parcelas que faltam para acabar/quitar com o financiamento. Também é possível fazer a transferência da dívida para o novo comprador, que terá de passar por uma nova avaliação de crédito", explica André Novaes, diretor do Santander Financiamentos.

A vantagem da quitação antecipada é o desconto no total de juros pagos, além da retirada da alienação no documento do veículo, para a posterior transferência ao novo dono. Em relação à transferência da dívida, ela não é muito vantajosa para quem pretende adquirir o veículo por meio de financiamento, pois ele terá de assumir uma dívida adicional. Além disso, transferir dívida exige nova análise de crédito para quem vai assumi-la, com possibilidade de arcar com juros mais altos e condições menos favoráveis.

icon photo
Legenda: Financiamento de veículo
Crédito: iStock

PARCELAS EM ATRASO

Caso haja uma ou mais parcelas em atraso do financiamento, a coisa fica ainda mais delicada: o veículo pode estar com busca e apreensão decretada judicialmente. Certifique-se que as parcelas estão todas em dias antes de se decidir por fechar negócio.

Em relação a quem está vendendo um carro ou moto antes de quitar o financiamento, é importante seguir alguns passos importantes, que se são diferentes daqueles recomendados na venda de veículos sem financiamento ou alienação.

"No caso do vendedor, recomenda-se levantar o valor da dívida e atualizá-lo periodicamente, pois o montante é atualizado devido à correção dos juros do contrato. Caso o carro não tenha nenhuma dívida pendente com o banco (ou seja, sem parcelas em atraso), deve-se anotar informações importantes sobre o financiamento, como o prazo residual e o valor da dívida para a análise do comprador, em caso de transferência de dívida, ou para a quitação do financiamento. Se houver alguma parcela em atraso, verificar o saldo pendente e os procedimentos para quitação da dívida", orienta Novaes.

'TROCA COM TROCO'

No caso do comprador, explica o especialista, confira a documentação para garantir que nenhuma dívida esteja pendente antes da transferência do veículo. "Além da alternativa de vender diretamente para um outro proprietário, também existe a possibilidade da 'troca com troco', que é muito usada pelos proprietários de veículos com financiamento", diz Novaes.

Nessa modalidade de 'troca com troco' , o veículo é vendido para uma  loja de automóvel e o valor da venda poderá ser utilizado para dar de entrada na compra de um novo veículo ou quitar as parcelas que restam do financiamento. Ainda dá para utilizar o valor da diferença entre a quitação do financiamento e a venda para outros objetivos, como investimento, entrada em uma casa nova e outros.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors