Convenção sobre Mobilidade Sustentável começa hoje no Rio

Estão na pauta locomoção sustentável e definição de um limite de emissões de CO2 até 2015
  1. Home
  2. Bolso
  3. Convenção sobre Mobilidade Sustentável começa hoje no Rio
Adriana Bernardino
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

– Mobilidade e sustentabilidade. Vai ficar cada vez mais difícil, mesmo para os antiecochatos, ignorar ou fugir do tema. Se hoje, com 800 milhões de veículos no mundo, o quadro dos meios de transporte parece caótico, imagine em 2030, ano em que, segundo previsões do World Business Council for Sustainable Development WBCSD, teremos dois bilhões deles ocupando os quatro cantos do planeta.

De olho nesse panorama, acontece hoje e amanhã em Copacabana, no Rio de Janeiro, a Convenção Mobilidade Sustentável na Renovação Urbana. Em dois dias de convenção serão discutidos: locomoção sustentável, definição de um limite de emissões de CO2 até 2015, aquecimento global, acessibilidade, modelos de infraestrutura e transporte, preservação ambiental e segurança veicular.

O evento reúne pela primeira vez na América Latina representantes de organizações públicas e privadas, prefeitos das principais cidades da região e especialistas de diversas áreas, entre eles o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc; o ministro das Cidades, Marcio Fortes; o diretor executivo da Autoridade de Transporte do Condado de São Francisco, Califórnia, José Luís Moscovich; e o ex-prefeito de Bogotá, Colômbia, Enrique Peñalosa.

Durante a convenção será lançada oficialmente pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva e Michel Rollier, presidente da Michelin, a 10ª edição, primeira na América Latina, do Bibendum Challenge. O evento – que reúne montadoras, fabricantes de autopeça, empresas fornecedoras de energia e centros de pesquisa – será realizado no Rio de Janeiro de 30 de maio a 2 de janeiro de 2010. Na ocasião, serão apresentados, testados e avaliados os últimos avanços tecnológicos do setor automobilístico.

Segundo Patrick Oliva, vice-presidente de sustentabilidade da Michelin, as metas do evento são adaptar as tecnologias de acordo com a realidade de cada país. “Queremos também reduzir o ceticismo e fazer com que os participante vejam o que há de bom nas novas tecnologias. É preciso aumentar a conscientização de quem toma as decisões”, disse Oliva.

Sobre o futuro da mobilidade, o vice-presidente aposta nas novas tecnologias que proporcionem interligação entre os atores da mobilidade, limpeza, segurança, redução de ruído, de energia e aumento da confiabilidade. “A inovação representa um futuro brilhante para a indústria automobilística. Ela é também um importante caminho para sair da crise”.

_________________

Twitter
_________________


Leia também:

Governo estende redução de IPI até março

Saiba o que é o motor com ciclo Miller, da Mazda

Chevrolet Volt E-Flex: baterias e hidrogênio combinados

Venturi Astrolab, o primeiro carro solar à venda no mundo

Quer rodar 100 km com R$ 3? Compre um Cleanova

Bolloré BlueCar, carro urbano, elétrico e ecológico

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors