Detrans passam a emitir permissão internacional para dirigir

  1. Home
  2. Bolso
  3. Detrans passam a emitir permissão internacional para dirigir
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Desde o dia 3 de maio os Detrans de todo o país estão encarregados da emissão das Permissões Internacionais para Dirigir, ou PIDs, como são mais conhecidas. Anteriormente, elas ficavam sob a responsabilidade de entidades homologadas pelo Contran, como o Automóvel Club do Brasil, o Auto-Tour e o Touring Club do Brasil.

O modelo agora segue um mesmo padrão em todo o território nacional, de acordo com o padrão estabelecido pela Convenção de Viena, de 8 de novembro de 1968. A PID também ganhou uma validade maior, de cinco anos, semelhante à da carteira de habilitação, mas o documento internacional não substitui a CNH nas vias brasileiras. O principal requisito para obter a permissão, aliás, é uma carteira de habilitação válida, excluída a Autorização para Conduzir Ciclomotor ACC.

Cada departamento de trânsito determinará o valor da emissão do documento, que trará, além de português, inscrições também nas línguas estabelecidas na Convenção de Viena: francês, espanhol, inglês e russo.

Os países nos quais a PID é aceita são:

África do Sul
Albânia
Alemanha
Angola
Argélia
Argentina
Austrália
Áustria
Azerbaidjão
Bahamas
Barein
Belarus Bielo-Rússia
Bélgica
Bolívia
Bósnia-Herzegóvina
Bulgária
Cabo Verde
Cazaquistão
Chile
Cingapura
Colômbia
Coréia do Sul
Costa do Marfim
Costa Rica
Croácia
Cuba
Dinamarca
El Salvador
Equador
Escócia
Eslováquia
Eslovênia
Estados Unidos
Estônia
Fcaptionação Russa
Filipinas
Finlândia
França
Gabão
Gana
Geórgia
Grécia
Guatemala
Guiana
Guiné-Bissau
Haiti
Holanda
Honduras
Hungria
Indonésia
Irã
Irlanda do Norte
Israel
Itália
Kuwait
Letônia
Líbia
Lituânia
Luxemburgo
Macedônia
Marrocos
México
Moldávia
Mônaco
Mongólia
Namíbia
Nicarágua
Níger
Noruega
Nova Zelândia
Panamá
Paquistão
Paraguai
Peru
Polônia
Portugal
Reino Unido Inglaterra
País de Gales
República Centro - Africana
República Democrática do Congo
República Checa
República Dominicana
Romênia
San Marino
São Tomé e Príncipe
Seichelles
Senegal
Sérvia e Montenegro
Suécia
Suíça
Tadjiquistão
Tunísia
Turcomenistão
Ucrânia
Uruguai
Uzbequistão
Venezuela
Zimbábue

Em muitos deles ela não é exigida, bastando a carteira de habilitação nacional para conduzir um automóvel, apesar de evitar muitas explicações e, agora, ser vantajosa, por ter um prazo de validade maior. De qualquer modo, informe-se no consulado do respectivo país antes de viajar.
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors