Dica: negocie a compra do carro no final do mês

Pressão sobre vendedor por metas traz oportunidade de fechar a compra do carro com preços e situações mais vantajosas

  1. Home
  2. Bolso
  3. Dica: negocie a compra do carro no final do mês
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Quem está planejando a compra de um carro, moto ou utilitário já deve ter ficado em dúvida: qual momento do mês é o melhor para fechar negócio? Especialistas apontam que o fim de cada mês traz mais oportunidades para o cliente negociar descontos e eventuais benefícios, já que nessa época os vendedores estão pressionados a cumprir ou bater suas metas mensais.

"Hoje em dia, a competição é muito forte e o vendedor sofre grande pressão, do primeiro ao último dia do mês, para atingir sua cota de faturamento. Para ter sucesso nesse negócio, é preciso estar ligado praticamente as 24 horas do dia, prospectar possíveis clientes e fidelizar os atuais. No entanto, podemos dizer que a partir do dia 20 a pressão pelas metas de fato aumenta", analisa Ilídio dos Santos, presidente da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores), que representa os lojistas independentes.

 


 Banner Autopago
Legenda: Banner Autopago
Crédito: Webmotors/WM1

 


Para o executivo, especialmente no caso de veículos zero-quilômetro, a virada do mês costuma trazer promoções e descontos para esvaziar o estoque e liberar a produção de mais veículos. Muitas dessas ações são, inclusive, iniciativa das montadoras. Mas a regra vale também para o mercado de seminovos e usados.

Vale destacar que não apenas o preço é negociável, como também outras vantagens, como extensão da garantia padrão de 90 dias, no caso dos usados e seminovos, até pagamento de licenciamento e IPVA por parte do vendedor. Afinal de contas, é interesse dele fechar negócio, cumprir a meta e ganhar o bônus salarial.

icon photo
Legenda: Confira os melhores anúncios na Webmotors
Crédito: Istock

Também dá para negociar, em relação a veículos usados e seminovos, uma redução no preço de acordo com as condições do veículo. "Boas lojas dificilmente deixam algo por fazer no automóvel, Quando ele é exposto no showroom, geralmente já passou por uma revisão geral e por reparos, se houver necessidade. De qualquer forma, o comprador tem o direito de levar um mecânico de confiança, por exemplo, para inspecionar o carro de ponta a ponta", afirma dos Santos.

Na eventualidade de identificar um ou mais problemas no veículo, como um amassado na carroceria, por exemplo, o especialista orienta a pedir um desconto, compatível com o gasto necessário para realizar o conserto.

 Comprar vender
Legenda: Comprar vender
Crédito: ISTOCK
Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors