"Em toda crise há um vencedor. E dessa vez, os

Jörg Hofmann enalteceu fato de a marca ser a que mais cresce no Brasil
  1. Home
  2. Bolso
  3. "Em toda crise há um vencedor. E dessa vez, os
Lukas Kenji
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

IMAGE

(Mogi Guaçú, São Paulo) “Em toda crise há um vencedor. E dessa vez, os vencedores somos nós.” Esta foi a forma na qual o presidente da Audi do Brasil, Jörg Hofmann, enalteceu o fato de fabricante ser a que mais cresce no Brasil. Foram 22% de aumento nas vendas no primeiro trimestre do ano e consequente ultrapassagem em relação a BMW no topo das marcas premium vendidas no País.

O otimismo do executivo vem também do bom desenvolvimento da marca desde o ano passado, quando obteve crescimento de 16%, enquanto o mercado total retraiu 9%. “O momento do Brasil é difícil, mas ainda há espaço para crescer mais”, acrescentou. A estimativa é de comercializar 15 mil unidades até o fim do de 2015.

“Teremos um rede de 50 concessionárias este ano, oferecemos o portfólio completo da marca e investimos R$ 500 milhões na fábrica de São José dos Pinhais (Paraná), ou seja, estamos trabalhamos obtermos um crescimento sustentável e a longo prazo”, destacou Hofmann.

A planta paranaense do Grupo Volkswagen, aliás, já está em preparação para receber o maquinário da Audi. O A3 Sedan com sangue brasileiro será vendido a partir de setembro, enquanto a primeira fornada do Q3 sai da linha de montagem no primeiro semestre de 2016.

O utilitário, inclusive, é o modelo mais vendido da marca. No acumulado do trismestre, obteve 1.148 emplacamentos.

Consulte o preço de carros novos e usados na Tabela Fipe WebMotors

Comentários