Fim do ano é boa época para comprar carro

Pagamento do 13º salário e promoções para limpeza de estoques são oportunidade para comprar carro usado ou novo

  1. Home
  2. Bolso
  3. Fim do ano é boa época para comprar carro
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O fim do ano não é só tempo de festas, mas também uma oportunidade para comprar o tão sonhado carro. Com o pagamento do 13º salário, que significa mais dinheiro no bolso e maior poder de negociação para o cliente, lojistas independentes e concessionários aproveitam a época para fazer promoções - e, com isso, limpar os estoques.

Especificamente no caso de veículos novos, muitos modelos trocam de linha nos últimos meses do ano e montadoras promovem descontos para a linha anterior. De acordo com Ilídio dos Santos, presidente da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores), que representa as lojas multimarcas, não por acaso os meses de dezembro e janeiro são historicamente os de mais vendas.


 Quer comprar carro novo ou usado com 100% de segurança? Conheça o Autopago
Legenda: Quer comprar carro novo ou usado com 100% de segurança? Conheça o Autopago
Crédito: Webmotors/WM1

Quer comprar carro novo ou usado com 100% de segurança? Conheça o Autopago!


"O último e o primeiro meses do ano sempre são muito bons para nós. Às vezes, janeiro é o que vende mais, porque já passaram as festas e, mais tranquilo, o cliente começa a se dedicar à busca do carro pretendido", informa o executivo.

Especialmente neste final de 2018 destaca dos Santos, o cenário está mais propício para comprar um automóvel que em anos anteriores, em um passado recente. "Os preços estão mantidos, a taxa de juros caiu a um patamar muito bom e tem estoque nas lojas", complementa.

O dirigente também lembra que o 13º pago em dezembro não é apenas um dinheiro extra para usar na compra, mas para obtenção de crédito para fazer o financiamento do veículo.

icon photo
Legenda: BMW Financiamentos
Crédito: Divulgação

Ilídio dos Santos prevê uma alta de 1,5% a 2% nas vendas dos lojistas multimarcas em 2018 e avalia que elas seriam ainda maiores se houvesse justamente mais cidadãos com acesso a crédito nos bancos. De acordo com ele, hoje existem cerca de 130 milhões de pessoas que poderiam estar aptas a obter empréstimo bancário, mas aproximadamente 63 milhões delas estão negativadas, muitas vezes por conta de um valor baixo.

"Muitos utilizam o 13º para quitarem dívidas, 'limparem' o nome e ficarem novamente aptos a comprar. Espero que isso aconteça este ano", diz o presidente da Fenauto.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors