Governo francês paga para motorista poluir menos

O bônus para automóveis menos poluentes faz sucesso e distorce o mercado de automóveis na França
  1. Home
  2. Bolso
  3. Governo francês paga para motorista poluir menos
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Na luta para reduzir a poluição do ar nas grandes cidades, o governo francês fez um programa de incentivo ao consumo de carros menos poluentes, oferecendo bônus em dinheiro para quem comprar um veículo que emite menos de 130 gramas de CO2 por quilômetro rodado.

O bônus varia de €200 a €700 e é dado ao comprador no ato da compra do carro, na própria concessionária. O raciocínio do governo era simples: a verba para pagar os bônus a quem optar por poluir menos viria da arrecadação com as multas aplicadas aos motoristas menos conscientes: o programa prevê multas salgadas para carro poluidor: quem comprar carro com emissão acima de 130 gramas de CO2 - dióxido de carbono - por quilômetro rodado terá que desembolsar de €700 a € 2,5 mil.

Um número muito maior de consumidores optou pelo carro menos poluente e poucos compraram carros com emissão acima de 130 gramas de CO2. Quer dizer: a solução ambiental criou um problema de caixa para o governo francês, que terá que destinar verba para pagar o bônus a milhares de compradores de carros com baixa emissão de poluentes, pois só as multas dos poluidores não são suficientes para equilibrar as finanças do programa.

Menos mal: em apenas dois meses o país já está colhendo o resultado de um programa efetivo para melhora a qualidade do ar das suas cidades. A adesão do consumidor foi tão grande que a indústria automobilística francesa já está tendo que alterar o mix de produção dos seus produtos, ampliando a fabricação de modelos pequenos e reduzindo a dos carrões poluentes.

“O governo francês conseguiu distorcer o mercado”, disse o presidente da Citroën, Gilles Michel, com uma ponta de orgulho da consciência ecológica dos conterrâneos.

Mas o episódio – não exatamente como supõe o dirigente da montadora francesa - mostra que as medidas ambientais eficientes são as que afetam a conta bancária do cidadão e não a sua consciência.

Leia outras colunas de Joel Leite aqui
________________________________
Joel Leite joelleite@autoinforme.com.br é diretor da agência de notícias especializada no setor automotivo AutoInforme. Produz e apresenta o quadro sobre automóveis no programa Shop Tour e fornece informações para vários veículos de comunicação. É especialista no mercado de automóveis desde 1984, quando começou no Jornal do Carro do Jornal da Tarde. Joel é formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduado em Comunicação e Semiótica.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors