Guia de Compra – Ford EcoSport, antes que o novo chegue por aí

Leia as dicas para fazer uma boa compra deste SUV que ganhará nova geração em 2012

  1. Home
  2. Bolso
  3. Guia de Compra – Ford EcoSport, antes que o novo chegue por aí
Mídia Motor
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Dizer que o Ford EcoSport é um dos mais populares representantes da categoria SUV no Brasil não estaria de todo errado, afinal, as ruas brasileiras estão repletas do modelo. Apenas em seu primeiro ano de vida, foram vendidos nada menos do que 27.237 unidades.

O EcoSport é um projeto brasileiro que chegou às nossas ruas em 2003. Seu projeto utilizou como base a segunda geração do Fiesta de 2002. Dentre as principais razões que motivaram a Ford a criá-lo, está o grande sucesso alcançado pela Fiat Palio Adventure em 1999, que mostrou grande potencial para um segmento de carros “aventureiros urbanos”.A lista de atrativos do EcoSport para agradar o mercado brasileiro era grande. Ele impressionava pelo design jovem e arrojado, enquanto seu porte se mostrava um meio termo entre carros compactos e veículos off-road.

Outro grande trunfo do modelo estava em seu preço. Inegavelmente inferior às opções importadas, ele tornava palpável o sonho de se ter na garagem um SUV, já que as únicas opções disponíveis no início dos anos 2000, custavam aproximadamente 50% mais caro.

Inicialmente, a Ford comercializou o EcoSport em opções de motorização, a 1.0 – que foi descontinuada em virtude das inúmeras críticas em relação a grande falta de potência –, 1.6 e 2.0, disponível na versão mais luxuosa. Por falar em versões, havia três opções, a XL, XLS e a XLT.

Dentre os pontos positivos do Ford EcoSport, está seu amplo espaço interno – o que lhe torna atraente também como carro para família –, facilidade de condução, algo que o tornou um dos veículos mais desejados pelo público feminino, e também a estética. Todos estes motivos fazem dele, um carro com alto índice de satisfação entre os proprietários.

Por outro lado, algumas de suas características foram motivos de grandes críticas, como o acabamento interno pobre demais – praticamente todo em plástico –, painel de instrumentos extremamente simples e consumo elevado. Por conta desses pequenos pênaltis, a montadora realizou mudanças já em 2005 para minimizá-los. Quanto à mecânica, opções de tração nas quatro rodas 4WD e câmbio automático surgiram em 2006.

Como era de se esperar em um carro com quase 9 anos de vida, diversas mudanças foram realizadas no “Eco”, maneira como o modelo é conhecido. O primeiro face-lift ocorreu em 2008, quando na parte estética, foram remodelados os para-choque, faróis e lanternas. No que diz respeito a mecânica, as 1ª e 2ª marchas foram encurtadas, e a 4ª e 5ª alongadas. Ao que tudo indica, as mudanças surtiram efeito, já que as vendas do modelo voltaram a crescer.

Em janeiro do ano seguinte, a montadora anunciou que o EcoSport chegava a 500.000 unidades produzidas, todas elas na unidade fabril de Camaçari, na Bahia, de onde curiosamente também foi produzida uma versão dotada de motor a diesel de 1.4, infelizmente destinada apenas para exportação. Segundo a Ford, metade do meio milhão de EcoSport produzidos foram exportados para países da América do Sul, Africa e até mesmo da Asia. Para o próximo ano, uma nova geração do Ford EcoSport deverá ser lançada pela Ford no Brasil. Como ocorreu no passado, ele será desenvolvido à partir do New Fiesta. Sua estética deverá seguir o padrão internacional da fábrica, que também foi aplicado na mais recente geração do Fiesta.

O fato de estar a estar a um bom tempo no mercado, o torna uma ótima opção, já que é possível adquirir as primeiras versões, dotada de Air Bag, sistema de freio com ABS, direção Hidráulica e trio elétrico com investimento a partir de R$ 20.900 que você encontra aqui mesmo, no Webmotors.

O que você precisa saber para comprar um Ford EcoSport usado
Recall 14/08/2006
EcoSport modelo 2006 com a numeração de chassi até 78763369.
Foi constatada a possibilidade de fissuras no reservatório de partida a frio, podendo acarretar vazamento de gasolina e eventual dificuldade no acionamento ou instabilidade no funcionamento do motor, a frio, quando o veículo estiver abastecido somente com álcool.
Recall 27/05/2011
EcoSport modelo 2011 com a numeração de chassi entre B8559570 e B8606238.
Constatou-se a possibilidade de variações no processo de produção da rosca do parafuso prisioneiro do coxim, podendo ter ocorrido a má fixação da transmissão automática no momento de sua montagem, podendo ocorrer o deslocamento do conjunto motor e transmissão automática, resultando na perda repentina de tração do conjunto motriz e consequente risco de acidentes e lesões.
A solução adotada pelo fabricante é a substituição gratuita do coxim de fixação da transmissão automática.
Os proprietários dos veículos envolvidos deverão contatar o Centro de Atendimento Ford CAF, pelo telefone 0800 703 3673, ou um Distribuidor FORD de sua preferência para agendar a inspeção e a possível substituição do componente envolvido.

O modelo que está sendo comercializado atualmente será substituído. Por isso se você não quer ficar tão para a atrás, acompanhe a matéria que o WebMotors fez sobre o novo Ford EcoSport.



Outra dica para não ficar com um Ford EcoSport tão “sambado” termo usado para carros malcuidados por seus donos é acompanhar a edição do Guia de Compra do Ford EcoSport feita em 2006 pelo WebMotors.

Gosta de Ford EcoSport?
Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para este segmento:

Ford EcoSport
Suzuki Vitara

Chevrolet Tracker

Toyota Rav4

Renault Duster

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors