Guia de Compra: Jac J3, completo a um baixo preço

Modelo usado tem média desvalorização e pode ser encontrado por um valor bem acessível
  1. Home
  2. Bolso
  3. Guia de Compra: Jac J3, completo a um baixo preço
Mídia Motor
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


Numa operação ousada na qual foram investidos inicialmente R$ 380 milhões – que incluiu a formação da rede de concessionárias, marketing, adaptações nos carros e despesas operacionais – a Jac Motors, uma empresa estatal chinesa com 25% de capital misto, se instalou no Brasil. O modelo escolhido para entrar no mercado brasileiro foi o J3, um hatch-back cujo design foi desenvolvido num centro de design de Pininfarina (o mesmo responsável desenhar carros para Ferrari e outras grandes marcas), na Itália, enquanto que seu interior foi totalmente projetado no centro tecnológico da marca, no Japão.


Inicialmente o que chamou a atenção no J3 em sua chegada ao mercado foi o atraente preço, tendo em vista que o modelo trazia uma extensa lista de itens de série que em sua maioria, são vendidos apenas como opcionais nos modelos concorrentes, fator que atraiu muitos consumidores.


Nele, se destaca a direção hidráulica, ar condicionado eletrônico, CD player com entrada USB, abertura interna da tampa do tanque de combustível, banco traseiro bipartido, travamento automático das portas à 15 km/h e o principal, freios ABS com EBD, sistema de airbag duplo, sensor de estacionamento traseiro, luzes de neblina dianteira e retrovisores elétricos.


Lilian Leite, de 38 anos, foi um dos consumidores atraídos por essa gorda lista. A comerciante que tinha anteriormente um Fiat Palio, nos contou que o fato do J3 ser um carro completo, foi o que a atraiu a um dos concessionários da marca para conhecê-lo de perto e melhor.


Tanto ela, quanto a Relações Públicas Bruna Bonventti, de 24 anos, também proprietária de uma Jac J3, se impressionaram com a qualidade do pré-venda da Jac Motors, tanto pela atenção na explicação de todos os atrativos do carro, quanto na facilidade de concretização do negócio.


Outro ponto em que ambas as proprietárias concordam em relação ao modelo é quanto seu conforto, desempenho, consumo e espaço interno.


O J3 tem medidas semelhantes ao dos concorrentes, medindo 3,96 m de comprimento por 1,65 m de largura, e seu entre-eixos é de 3,96 m, mas seu espaço interno abriga bem motoristas de estatura média e nem tanto os mais altos. Seu porta-malas tem a capacidade de 350 litros, o que o torna limitado para famílias com mais de três pessoas.


Garantia longa... e necessária


Outro tática da Jac para atrair consumidores, foi a divulgação em massa de sua longa garantia de 6 anos e a promessa de revisões a baixo custo, fatores que também foram determinantes para que a marca ganhasse destaque.


Para Bruna Bonventti, "essa garantia é de fato necessária para o J3, pois o carro vai toda hora para a concessionária". Segundo ela, foram inúmeros problemas que seu carro apresentou, ocasionando em pouco mais de 2.500 km rodados, nada menos que doze idas às concessionarias. Foram problemas na embreagem, luz da injeção que insistia em ficar acessa, alavanca da seta (trocada duas vezes), problema no chicote elétrico e até mesmo vazamento de óleo do motor por conta de um filtro de óleo mal instalado.


Ao ser questionada sobre o número exagerado de idas as concessionárias, a relações públicas fez questão de frisar que mais da metade dos problemas eram recorrentes, e acredita que a mão de obra das várias concessionárias por onde seu carro esteve, é, na grande maioria, inapropriada e inexperiente, motivo pela qual ela teve que retornar mais de uma vez para que o mesmo problema fosse sanado.


Ela ainda completa: "o pré-venda a Jac é muito bom, ao contrário do pós venda que por mais de uma vez me atendeu insatisfatoriamente, não resolvendo prontamente meus problemas".


E nas subidas?


Críticas à parte, tanto Lilian Leite quanto Bruna Bonventti não pouparam elogios ao desempenho do J3. Ambas disseram que o J3 é capaz de superar de forma satisfatória, situações críticas como subidas com o carro carregado.


Críticas mesmo só em relação ao seu câmbio de cinco marchas, cuja ré, item responsável por um elevado número de críticas em função da dificuldade de engate.


A montadora declara que o J3 desenvolve a potência máxima de 108 cavalos a 6.000 rpm e torque de 14,1 kgfm a 4.500 rpm, e é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h é em 11,7 segundos e atingir a velocidade máxima de 186 km/h.


O modelo é equipado com um 4 cilindros em linha com 1.4 litros de capacidade cúbica, cabeçote com 16 válvulas e duplo comando. Seu bloco é confeccionado em alumínio, cujo desenvolvimento foi feito em parceria com a empresa austríaca AVL.


Pequenos grande detalhes


Numa pesquisa junto a fóruns e sites de reclamação, nota-se críticas que recaem sobre pobre acabamento do painel – cujo desenho divide opiniões quanto a estética –, que ainda desagrada por ter uma iluminação exagerada na cor azul. O volante, por sua vez, peca por ser grande e muito fino.


O descuido no acabamento se estende a área externa do veículo, mais precisamente na tampa do porta-malas, cuja trava fica aparente por conta do vão entre a tampa e o para-choque ser grande demais.


Quando questionadas se comprariam um outro carro da Jac Motors ou se indicariam o J3 a um amigo, as opiniões entre Lilian e Bruna se dividiram. Lilian Leite diz que sim, compraria novamente um carro da marca chinesa e afirma estar plenamente satisfeita com seu carro, cuja quilometragem está em torno dos 15.000 km rodados.


Bruna Bonventti, por sua vez, diz estar decepcionada e arrependida pela compra e confessa ter tentado vender seu J3 preto com aproximadamente 3.000 km, mas não obteve sucesso, nem mesmo na troca por outros carros 0 km de outros fabricantes.


Seguro, mercado e custos Para que você tenha uma ideia do valor cobrado pelo seguro total do Jac J3, buscamos junto a Corretora Veiga Fonseca Corretora de Seguros, cotações em três grande seguradoras utilizando como base o perfil de um homem com 40 anos de idade, casado, residente na zona oeste de São Paulo, que também faz uso do carro como meio de transporte para o trabalho. Coberturas: compreensiva (colisão, incêndio e roubo), com cobertura de R$ 50.000 em caso de danos a matérias a terceiros, e também R$ 50.000 de cobertura para danos corporais a terceiros. Assistência 24 horas para panes mecânicas e elétricas, além da cobertura de danos aos vidros estão inclusos.


Os valores e as seguradoras são:


Porto Seguro – R$ 2.113,00

Tókio Marine – R$ 2.647,00

Para calcular o valor do seguro de seu carro, você pode usar a ferramenta Seguro Auto. Com ela o usuário tem a cotação imediata de quatro empresa, tudo online.


Referente ao valor de depreciação após a compra, o Jac J3 teve índice de 11,1 % de desvalorização no primeiro ano, 14,7 no segundo ano e 18,4 no terceiro. (Valores com base na Tabela Fipe)


Levantamos os preços dos principais itens de desgaste e quebras de um automóvel. Confira:


• Pastilhas de freio dianteiras: R$148,00

• Discos de freio dianteiros: R$231,58

• Embreagem completa (disco, platô e rolamento): R$ 530,54

• Amortecedores (os quatro): R$ 832,48

• Para-choque traseiro: R$680,00

• Farol esquerdo: R$ 495,00

• Retrovisor esquerdo: R$ 230,00


Recall Há pouco mais de um ano no mercado, o J3 não passou por nenhum chamado de recall.


_________________________


O melhor classificado de carros e motos do Brasil tem também a avaliação mais completa. Com a Tabela Fipe / WebMotors você sabe o menor, maior e preço médio do veículo no Brasil e em sua região. Avalie agora mesmo para fazer uma boa compra ou venda do seu carro ou moto.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors