Guia de compra - Kia Carnival

Van coreana é uma boa opção para a família desde que esteja bem conservada
  1. Home
  2. Bolso
  3. Guia de compra - Kia Carnival
Rodrigo Samy
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Quebrar o estigma da marca voltada a carros de transporte de passageiros para a classe luxo familiar não é fácil. Foi mais ou menos este cenário que a Carnival encontrou quando chegou ao Brasil em 1999. Apesar de ser totalmente diferente da sua irmã espartana Kia Besta, a Carnival chegou apresentando uma nova proposta à frota nacional. Espaço para sete passageiros, portas corrediças e design fora de moda. Porém, a fama de ser uma utilitária aguerrida para transporte de passageiros continua como ponto forte.

Existem três versões relevantes da Carnival. A primeira delas foi lançada em 1999. Trata-se da versão com motor V6 a gasolina de 2,5 litros, cuja comercialização durou até 2006. Foram sete anos de existência deste motor, que não apresentou grandes problemas. Hoje, o mesmo modelo a gasolina, fabricado em 1999, tem um valor de mercado de R$ 28 mil.

Dois anos após o lançamento da versão a gasolina, em 2001, a Kia trouxe ao Brasil a equipada com motor turbodiesel de 2,9 litros de 125 cv de potência. A duração deste motor foi até 2005.

A Kia lançou a nova Carnival em 2006. Com um design totalmente renovado e 15% maior, o carro recebeu nota elevada do órgão máximo de segurança no trânsito nos EUA, o NHTSA National Highway Traffic Safety Administration. O motor da nova Carnival é um V6 3,8-litros com quatro válvulas por cilindro e 247 cv de potência. Já a versão a diesel, que recebeu motor eletrônico, ficou restrita aos continentes europeus.

Motor a diesel

A primeira versão movida a diesel chegou em 2001, dois anos após o lançamento do Carnival a gasolina. Na época, a única diferença estética em relação à versão a gasolina era a entrada de ar no capô. O motor 2,9-litros turbodiesel de 16 válvulas tem 125 cv e 31,5 kgm de torque a 2.000 rpm. Um dos pontos negativos desta versão 2001 a 2005 é que ela não conta com sistema ABS, ou seja, para um veículo que leva pessoas e que pesa mais de duas toneladas, este item é fundamental. O valor sugerido da primeira edição do modelo a diesel é de R$ 55 mil.

Antes de levar o motor a diesel para casa, coloque na lista algumas ponderações. Como o propulsor é importado, sua reparação só poderá ser feita em concessionárias da marca, ou seja, fuja das quilometragens altas e repare na quantidade de fumaça escura emitida pelo escapamento nas acelerações.

Em casos de câmbio automático, veja se as marchas não estão patinando, se as revisões iniciais foram feitas e se não existe vazamento de óleo. Como o lubrificante de câmbio é totalmente diferente do de motor, o ideal é fazer uma inspeção em uma oficina especializada.

O motor a diesel da Carnival ainda não é o eletrônico. Por um lado isso é bom, pois existem poucos profissionais independentes especializados em propulsores eletrônicos. Em contrapartida, os modelos com injeção direta são mais econômicos e oferecem um desempenho melhor. Como grau comparativo, a nova geração deste conjunto, já comercializado na Europa, tem 185 cv e torque de 35 kgm entre 1.750 rpm a 3.500 rpm.

A Kia Motors disponibiliza em sua home page um telefone gratuito 0800 77 11 011 com informações sobre os valores sugeridos das peças de seus modelos. Serve para ter uma média do custo da manutenção, mas vale lembrar que cada concessionária pratica um valor, pois o frete e a demanda variam de acordo com cada região do país.

Para trocar os amortecedores dianteiros da Carnival GS diesel 2001 a 2005 são necessários cerca de R$ 900. Já o jogo traseiro custa por volta de R$ 600. Para trocar as pastilhas da van é preciso desembolsar R$ 300. Quando o assunto é lubrificação do motor, um filtro de óleo, normalmente trocado com freqüência, custa R$ 60.

Quando o assunto é a gasolina

O valor sugerido para a Kia Carnival equipada com motor V6 a gasolina é de R$ 144 mil. Já a primeira versão do modelo com motor de 2,5 litros, fabricada em 1999, custa cerca de R$ 30 mil. A vantagem do motor a gasolina está no acesso facilitado às oficinas independentes. Existe um maior conhecimento por parte dos mecânicos sobre os veículos movidos a gasolina. Isso é natural em um país onde a maior parte da frota circulante funciona com álcool ou gasolina. Para equiparar os valores de manutenção preventiva, os amortecedores, por exemplo, têm um valor sugerido semelhante ao dos da versão a diesel.

Sem levar recall para casa

Em toda a história do modelo no país não houve registros de chamadas. Aliás em todo o planeta a Carnival se comportou corretamente, cometendo apenas um deslize na Austrália, sem abranger muitas unidades. Os principais concorrentes da Carnival são: Chrysler Caravan, Citroën Evasion, Mazda MPV, Mitsubishi Space Wagon e Peugeot 806.

Antes de comprar a van da Kia verifique principalmente o acabamento. Ele é o principal indicador sobre como era o uso do automóvel. Outra parte que entra no quesito conforto são as funcionalidades dos bancos. Verifique o estado dos estofados, as molas e as articulações, pois barulhos são horríveis em qualquer carro e o rebatimento dos bancos é importante tanto para levar passageiro como bagagem. O teto é um dos itens que deve ser analisado. Ou ele descola ou fica embolorado. O motivo crucial é o mau uso. Verifique se as borrachas de vedação estão inteiras e se o carro não tem cheiro de mofo.

Por fora o carro também deve receber uma atenção especial. Como alguns importadores independentes chegaram a comercializar peças de reposição da Kia, alguns itens como pára-choque, pára-lamas e retrovisores devem receber uma atenção especial. Repare se a tonalidade é original ou não e veja a qualidade desses itens.

Uma escada ajuda e muito no caso destes modelos. O teto da van pode ter avarias, assim como diferença na tonalidade da pintura. Outra dica é olhar se existem partes queimadas. Caso isso se confirme, é sinal de que o carro dormia no relento e que não recebeu um cuidado à altura de um utilitário de luxo.

Valor médio do seguro

O preço para assegurar um modelo a diesel fabricado em 2005 é de R$ 7 mil. Já a média para o modelo a gasolina zero quilômetro é de R$ 10 mil. Vale ressaltar que os valores variam de acordo com a região e o perfil de utilização do usuário. A base usada para cotar os valores foi a de um usuário casado, residente em São Paulo e com idade acima de 40 anos. A seguradora utilizada para fornecer os dados foi a Tokio Marine.

Gosta de vans de luxo?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Kia Carnival

Mazda MPV

Citroën C8

Honda Odyssey

Leia também:

Kia Carens chega ao Brasil

Guia de compra – Chrysler Caravan

SEGREDO! - Dacia Sandero Sedan confirma nova família

SEGREDO! - Chevrolet Captiva

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors