Logo WM1

O canal de notícias da Webmotors

Limpar buscar

Honda Civic - 1997-2005

Civic nacional tem linhas discretas, mas agradáveis, além de ter preço acessível e dar pouca manutenção
  1. Home
  2. Bolso
  3. Honda Civic - 1997-2005
Alexandre Ramos
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Importado desde 1992, o Civic foi nacionalizado em 1997. Produzido na unidade da Honda localizada em Sumaré SP, o modelo passou por um pequeno deslize logo quando foi apresentado, o que deve deixar o consumidor de olho aberto na hora de comprar um Civic usado. É que a Honda produziu 234 unidades ano-modelo 1997, denominadas LX, e que não vinham com duplo airbag, maçanetas pintadas na cor do veículo ou vidro degradê. Menos de um mês após o lançamento, discretamente, a empresa passou a fabricar os modelos 1998, com a adição desses itens, o que deixou os proprietários dos recém-adquiridos modelos 1997 decepcionados.

O Civic apresentava um índice de 40 % de nacionalização, com motor, câmbio e partes da carroceria importados dos Estados Unidos. Era disponível, a partir dos modelos 1998, nas versões básica LXB, intermediária LX informalmente chamada “A” para diferenciar-se da primeira e a topo de linha EX. No Honda nacional não havia opcionais – apenas câmbio manual ou automático, menos para a versão LXB. Ou o item era de série ou não era disponível para a versão. Assim, a LXB mais barata trazia direção hidráulica, câmbio manual, trio elétrico, volante com regulagem de altura, toca-fitas e banco traseiro bi-partido, mas sem ar-condicionado. Já a LX trazia este equipamento de série e a top EX vinha ainda com rodas de liga-leve, ABS e controle automático de velocidade.

O motor era sempre o quatro-cilindros de 1,6 litro de cilindrada, com quatro válvulas por cilindro e potência de 106 cv na LXB e na LX. O EX trazia o sistema de variação de fase do comando de válvulas VTEC, o que “empurrava” sua potência para 127 cv.

Já em 1999, quando entrava em seu terceiro ano de mercado somadas as poucas unidades 1997 que foram vendidas, o carro passava pela primeira modificação estética e ganhava novos faróis, pára-choque e grade dianteiros, além de novas lanternas traseiras.

Em 2001 surge uma nova geração do modelo, que sofreu uma extensa reestilização sem perder a identidade. Apesar de a carroceria ficar 1,5 cm mais curta no comprimento total, era 4,9 cm maior na parte interna traseira que também vinha com o assoalho plano e o porta-malas apresentava 65 litros a mais de capacidade. Parte desse ganho todo veio do compartimento do motor, que ficou 5,5 cm menor. E o Civic foi o primeiro carro nacional a ter toca-CD de série em todas as versões, mas a LX básica ainda vinha sem ar-condicionado.

Os motores passaram a ser de 1,7 litro, com 115 cv nas versões sem VTEC e 130 cv na EX, com VTEC. As rodas passaram a ser de 15 polegadas também em todas as versões. Com o compartimento do motor menor, suspensão dianteira e sistema de direção foram totalmente redesenhados – mas sempre independente nas quatro rodas, um dos principais atributos do carro.

Em 2003 a versão básica sem ar deixa de ser produzida e as lanternas traseiras são redesenhadas. De lá para cá, o Civic não tem passado por grandes mudanças, até porque a Honda se prepara para lançar em abril deste ano a 8ª geração do modelo, que já roda nos Estados Unidos, Europa e Ásia em diferentes versões. Para o Brasil especula-se que venha a versão americana – mas há quem afirme ser a japonesa. De certo, apenas o fato de que o Civic novo chegará para esquentar a briga entre os sedãs médio-compactos.Na hora de comprar um Civic usado, como no caso do Toyota Corolla, a maior preocupação se refere ao estado do carro em si do que a possíveis defeitos crônicos. O modelo da Honda apresenta grande robustez, mas é fundamental que o programa de manutenção tenha sido cumprido. Fuja das versões sem ar-condicionado, raras mas existentes e muito difíceis de vender. E atente para as buchas da suspensão traseira, que podem apresentar desgaste maior que o normal, devido aos buracos e irregularidades do piso. Isso pode gerar rangidos e barulhos incômodos. Boa sorte!

Agora encontre o seu em nosso catálogo
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors