Mais econômicos: Inmetro divulga lista 2012 do Programa de Etiquetagem

Peugeot 508 e 308 CC, que ainda não formam lançados, surgem na lista do Programa de Etiquetagem
  1. Home
  2. Bolso
  3. Mais econômicos: Inmetro divulga lista 2012 do Programa de Etiquetagem
Rodrigo Samy
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular entrou em sua quarta edição. Agora, a tabela de 2012 inclui a participação de oito fabricantes Fiat, Ford, Honda, Kia, Peugeot, Renault, Toyota e Volkswagen e 157 versões de 151 modelos. As categorias avaliadas são subcompactos, compactos, médios, grandes, carga derivado, comercial e fora-de-estrada, utilitário esportivo e minivans. As duas últimas estrearam nesta edição.

Além do aumento do ingresso de outros fabricantes no modelo, a grande novidade da lista de 2012 foi a aparição de dois modelos da Peugeot, que ainda não foram lançados no País. Um deles é o conversível Peugeot 308 CC, já o outro é o sedã 508.

Previsto para chegar ao Brasil em março, o 308 CC será a primeira versão do hatch 308, modelo que chega por aqui na próxima semana. Na lista do Programa o cabrio marcou um consumo de 8,2 km/l na cidade e de 12 km/l na estrada.

O sedã 508, que chega no segundo semestre de 2012, participará de outro segmento, um patamar acima do 408. De acordo com o Programa, o sedã fez 8,4 km/l no circuito urbano e 11,4 km/l na estrada.

O motor que equipará os dois modelos é o mesmo que está aplicado nos irmãos 3008, 408 e RCZ. Trata-se de um conjunto de quatro-cilindros de 1,6L, sobrealimentado por turbina, de 165 cv e 24,5 kgfm. A transmissão também é a mesma, automática sequencial de seis marchas.

Com o WebMotors o 3008, que usa o mesmo motor dos futuros lançamentos, fez 5,3 km/l na primeira apuração e 8,7 km/l no segundo trecho, uma média de 7 km/l. No circuito rodoviário a média melhorou bastante, atingiu a marca de 14 km/l.

Como funciona o Programa de Etiquetagem

A etiqueta veicular classifica os veículos de acordo com a eficiência energética por categoria, ou seja, quanto eles gastam de energia para se locomover. A classificação vai de A mais eficiente até E menos eficiente. São considerados mais eficientes os automóveis que, nas mesmas condições, consomem menos energia em relação a seus similares e, portanto, utilizam menos combustível. Para comparar veículos que usam combustíveis diferentes, os valores de consumo verificados em álcool e gasolina são convertidos em joule, unidade que mede a energia produzida.

Outra informação apresentada pela etiqueta veicular são os valores de referência da quilometragem por litro na cidade e na estrada, com diferentes combustíveis. De acordo com a observação impressa nas etiquetas da primeira fase, esses valores são obtidos a partir de medições de consumo efetuadas em laboratório, conforme norma NBR 7024, que determina que os testes sejam feitos com o uso de combustíveis padrão brasileiros e adoção de ciclos de condução estabelecidos previamente.

A metodologia adotada no Brasil é a mesma de países que possuem programas similares, pois somente os testes em laboratório permitem que os veículos sejam avaliados de forma padronizada, em condições controladas, garantindo que as medições possam ser repetidas e utilizadas em uma comparação uniforme entre modelos de veículos diferentes, dentro de uma mesma categoria. Os valores medidos nos ensaios de laboratório em condições padronizadas pela NBR 7024 continuarão a ser utilizados para comparação e classificação da eficiência energética dos veículos em cada categoria, de acordo com os padrões internacionais de condução do veículo para medição de consumo.

Fonte: Agência Brasil

O Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular PBE foi lançado em novembro de 2008, no Salão do Automóvel, em São Paulo.

Acompanhe a lista completa do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular

Outras matérias que o WebMotors já fez sobre o consumo de combustível 

Os carros mais limpos do mundo


Emissões Veiculares e Meio Ambiente - Mille Fire Economy, Siena Fire, Gol Ecomotion e Renault Logan tiveram nota máxima

Ford Fusion Hybrid: Sinal verde

Gosta de sedãs médios?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Honda Civic

Toyota Corolla

Chevrolet Vectra

Renault Mégane

Nissan Sentra

Volkswagen Bora

Ford Focus

Fiat Linea

Citroën C4 Pallas

Peugeot 307 Sedan

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors