Nova gasolina chega em agosto mais "econômica"

Combustível fóssil terá maior octanagem e, de acordo com especialistas, deixará motores mais eficientes

  1. Home
  2. Bolso
  3. Nova gasolina chega em agosto mais "econômica"
Renan Rodrigues
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A partir de agosto, de acordo com a Agência Nacional de Petróleo e Biocombustível (ANP), os motoristas terão uma nova gasolina e de melhor qualidade para abastecer seus veículos. A informação está presente na resolução 807/20 do órgão, que estabelece uma nova especificação para o combustível em nível nacional.

A gasolina passa a ter regulação com massa específica mínima de 715 kg/m³. Esse índice não era regulamentado no Brasil, mas tal diretriz é comum nos Estados Unidos e Europa. Além disso, o número mínimo de octanas passa a ser de 92, contra os 87 atuais, segundo a metodologia RON. No caso da gasolina premium, as octanas sobem de 91 para 97.

Mais eficiente

Segundo a diretora de Refino e Gás Natural da Petrobras, Anelise Lara, “a qualidade intrínseca da gasolina vai aumentar em termos de octanagem e massa específica, o que significa um combustível mais eficiente e com melhor proteção aos motores dos veículos”.

Apesar da melhoria, a quantidade de etanol na nova gasolina não mudará. Portanto, a comum segue com 27% de etanol e a premium, com 25%. Ainda assim, especialistas apontam até 4% de melhoria no rendimento dos motores. Isso significa que um carro que faz 10 km/l e tenha autonomia de 500 km atualmente, possa rodar, em média, 20 km a mais por tanque de combustível.

Comentários