Os 10 carros mais limpos do mundo

Dentre eles, apenas um está à venda no Brasil, o Kia Picanto
  1. Home
  2. Bolso
  3. Os 10 carros mais limpos do mundo
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Em tempos de petróleo caro e escasseando, bom seria se alternativas energéticas como hidrogênio e eletricidade já estivessem desenvolvidas e à disposição, mas isso ainda levará algum tempo para acontecer. No meio tempo, o consumidor disposto a ajudar o planeta e a economizar uns trocados pode fazer sua parte escolhendo comprar carros mais frugais no consumo de combustível. Pensando nisso, fizemos uma lista dos 10 modelos mais econômicos do mundo.

Para os brasileiros, as notícias ruins são pelo menos duas. A primeira é que os modelos mais econômicos e limpos do mundo, atualmente, são movidos a diesel, combustível ainda proibido para carros de passeio no país. A segunda é que, dos modelos movidos apenas a gasolina, o brasileiro só tem acesso oficial a um dos campeões mundiais de economia e emissões de CO2, o Kia Picanto, o décimo colocado.

Os dados que utilizamos são do programa EnergieSchweiz, feito em parceria entre o governo suíço e o Touring Club Suisse, o TCS, que tabula os dados e confere aos automóveis etiquetas de eficiência energética, assim como, no Brasil, fazemos com os eletrodomésticos, algo que mostramos em uma reportagem de março de 2007. Eles se referem ao consumo obtido em ciclo misto média do urbano e do rodoviário.

Poderíamos ter recorrido aos dados da EPA Environmental Protection Agency, a agência de proteção ambiental dos EUA, mas o mercado europeu é mais plural do que o norte-americano, abrangendo produtos de todas as partes do mundo, além de ter mais afinidade com o consumidor brasileiro.

Além dos dados de consumo, usamos pela primeira vez um conceito que, apesar de antigo na Europa, ainda está restrito a um círculo muito restrito no Brasil: a quantidade de gás carbônico emitido por km rodado. Esse critério serviu como base de desempate entre os modelos a diesel, que apresentaram nas últimas colocações o mesmo índice de consumo. Veja abaixo os resultados e, ao lado, as imagens dos campeões de economia no mundo.

Gasolina

O carro mais econômico do mundo movido a gasolina é o Toyota Prius. O segredo de seu baixo consumo é o sistema híbrido de propulsão, que combina um motor elétrico a um a combustão. Esse é o único carro que chega perto dos movidos a diesel em termos de consumo.

Modelos híbridos são considerados caros demais para serem vendidos no Brasil. Interessante é que, nos EUA, um Prius custa a partir de US$ 21,5 mil, ou pouco mais de R$ 35 mil, valor de um carro com motor 1-litro equipadinho. E é o Prius que é caro...

Em segundo lugar vem uma versão do Civic de que não dispomos no Brasil, o 1.3 iDSi IMA, que possivelmente seria considerado “manco”, mas que, em compensação, entrega uma economia de combustível espetacular.

Em terceiro lugar há um empate técnico fácil de justificar. Toyota Aygo, Citroën C1 e Peugeot 107 se equivalem em todos os números, tanto de consumo quanto de emissões de CO2, porque são todos o mesmo carro, apenas com emblemas diferentes, como acontecia no Brasil com VW Logus e Ford Verona, por exemplo.

Em sexto ficou um velho conhecido dos brasileiros, mas não mais entre nós, o Daihatsu Cuore, seguido, surpreendentemente, pelo smart fortwo, um carrinho de dois lugares que, teoricamente, deveria ser o mais econômico do mundo. Tamanho realmente não é documento.

Os asiáticos dominam as posições restantes, com a Daihatsu, que pertence à Toyota, muito bem colocada: vem em oitavo com o Trevis e em nono com o Sirion. A Kia marca presença com o Picanto, que, como já dissemos, é o único à venda no Brasil. Veja a tabela abaixo:











PosiçãoModeloConsumo km/l Emissões
1
Toyota Prius 1.5 Hybrid
23,26
104 g CO2/km
2
Honda Civic 1.3 iDSi IMA
21,74
109 g CO2/km
3
Toyota Aygo 1.0/Peugeot 107 1.0/Citroën C1 1.0i X
21,74
109 g CO2/km
6
Daihatsu Cuore 1.0 Eco-top
21,74
109 g CO2/km
7
smart fortwo pure
21,28
112 g CO2/km
8
Daihatsu Trevis 1.0
20,83
114 g CO2/km
9
Daihatsu Sirion 1.0
20
118 g CO2/km
10
Kia Picanto 1.1
19,23
124 g CO2/km


Diesel

Poderíamos nem falar dos modelos movidos a diesel, mas é importante que os consumidores brasileiros percebam que são prejudicados não só por impostos altos, mas também por restrições que não se justificam. Aliás, até podem se justificar, como tudo, mas não são aceitáveis.

O carro mais econômico do mundo, agora sim, é um smart fortwo, mas na versão cdi, que percorre incríveis 29,41 km/l em circuito misto. Em segundo lugar está um modelo que poderia facilmente ser vendido no país, não fosse a proibição ao diesel, o VW Polo BlueMotion.

A trinca Toyota Aygo/Citroën C1/Peugeot 107 divide novamente a terceira posição. Em sexto vem o Citroën C2 1.4 HDi, seguido pelo Fiat Panda 1.3 JTD. A oitava posição pertence a outro Citroën, o C3, com o mesmo motor 1.4-litro.

O nono é novamente o Picanto, na versão CRDi, seguido por um empate técnico Ford Fiesta 1.6 TDCi S e Peugeot 206 1.4 HDI na décima posição. O empate seria ainda maior, visto que Renault Clio, Mini Cooper D e o Ford Fusion europeu, diferente do vendido no Brasil, apresentam os mesmos 22,73 km/l do Fiesta e do 206, mas emitem mais gás carbônico por km rodado, respectivamente 117 g, 118 g e 119 g. Confira abaixo os números destes campeões. Só para morrer de inveja dos europeus...











PosiçãoModeloConsumo km/l Emissões
1
smart fortwo cdi
29,41
90 g CO2/km
2
VW Polo 1.4 TDI BlueMotion
25,64
102 g CO2/km
3
Toyota Aygo 1.4 D/Citroën C1 1.4 Hdi/Peugeot 107 1.4 HDI
24,39
109 g CO2/km
6
Citroën C2 1.4 Hdi
23,26
113 g CO2/km
7
Fiat Panda 1.3 JTD
23,26
113 g CO2/km
8
Citroën C3 1.4 Hdi
22,73
115 g CO2/km
9
Kia Picanto 1.1 CRDi
22,73
116 g CO2/km
10
Ford Fiesta 1.6 TDCi S/ Peugeot 206 1.4 HDI
22,73
116 g CO2/km


Gosta de urbaninos?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

smart fortwo

Fiat Cinquecento

Ford KaMini

Daihatsu Cuore

Hyundai Atos

Leia também:

Lightning GT

BMW GINA Light Visionary Model

Fiat Phylla, o futuro Topolino?

Mindset E-Motion, híbrido suíço para carregar na tomada

Produção do Tesla Roadster começa no Reino Unido

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors