Os dois primeiros dias de prova

Problemas de navegação e trechos sinuosos marcam especiais
  1. Home
  2. Bolso
  3. Os dois primeiros dias de prova
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

-
A primeira especial trecho cronometrado do Rally dos Sertões 2002, entre Goiânia e Pirenópolis teve 72 quilômetros – 140 de deslocamento – em meio a muitas pedras, e terminou com confirmações de alguns favoritos.

Entre as motos, o paulista Jean Azevedo KTM terminou em primeiro, com o francês Alain Perez KTM em segundo e Tiago Fantozzi, de Honda, em terceiro.

Nos caminhões, quem levou a melhor foi a dupla Luciano Cunha/João Batista Neto, da Volkswagen. Alfredo Yahn e João Herrmann, também da Volks ficaram em segundo, seguidos pela dupla André Azevedo/Robson de Oliveira Petrobrás/Lubrax.

Depois do cancelamento do prólogo realizado ontem 24/07, os pilotos da categoria Carros tiveram uma nova tomada de tempo, com 6,2 km, no início da primeira especial. Os mais rápidos foram Klever Kolberg/Lourival Roldan Petrobrás/ Lubrax, seguidos por Ulysses Bertholdo/Alberto Zoffmann Mitsubishi e Edu Piano/Nilo de PaulaTerritório 4x4.

Na especial, no entanto, Klever e Lourival não conseguiram repetir o bom, e cometeram um erro de navegação, terminando a especial na oitava posição. Os vencedores foram Renê Melo/Marcos Melo Troller Ipiranga/Seg. Ouro Auto, seguidos por Édio Füchter/Milton Pereira Chevrolet e pela dupla Beto Macedo/Carlos Martinatti Troller.

No segundo dia de prova foram realizadas duas especiais entre as cidades de Pirenópolis GO e Caldas Novas GO.

A primeira teve 88km e a segunda, 70km. Ao total, foram percorridos 456km ao longo do dia. Os trechos percorridos foram os mesmos do dia anterior, em sentido contrário.

Apenas as motos fizeram o segundo trecho cronometrado, pois uma ponte pela qual os veículos iriam passar caiu, e a organização providenciou uma tábua de madeira no local para que as motos pudessem passar.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors