Prejudicado pelo novo IPI, Honda Accord deixa de ser vendido no Brasil

Fabricante afirma que sedã grande pode ser encomendado, mas concessionárias não têm o carro
  1. Home
  2. Bolso
  3. Prejudicado pelo novo IPI, Honda Accord deixa de ser vendido no Brasil
Rodrigo Ribeiro
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Se existe um carro que é o exemplo perfeito de “azar” é o Honda Accord. Primeiro ele subiu de preço por deixar de ser fabricado no México para ser importado do Japão. Depois sumiu das concessionárias após o tsunami que devastou parte do litoral japonês. Agora o sedã sofre as consequências da polêmica mudança do governo sobre a tabela do IPI, com efeitos colaterais graves. Com aumento de preço, o Accord tornou-se inviável no Brasil e deixou de ser importado.

Oficialmente a Honda do Brasil não decretou a morte do carro. “Importaremos o carro para atender as demandas dos concessionários e dos clientes fiéis do carro”, explicou ao WebMotors Alfredo Guedes, supervisor de relações institucionais da empresa. Quando questionado sobre o quanto seria esse volume, desconversou: “será muito pequeno”.

O Accord segue presente no site da Honda em suas duas versões, mas a realidade é diferente. O WebMotors ligou para quatro concessionárias, em quatro capitais, procurando o carro. As respostas foram similares entre si. Um vendedor de São Paulo afirmou que “sequer tem a tabela de preços do carro”, enquanto uma revenda fluminense “não tinha nem como fazer encomendas”.
________________

Gosta de sedãs grandes?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para este segmento:

Chevrolet Omega

Citroën C6

Honda Legend

Peugeot 607

Toyota Camry

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors