Refinanciamento de veículos: confira o guia

Modalidade é uma forma de conseguir crédito de uma instituição financeira por meio da alienação do automóvel

  1. Home
  2. Bolso
  3. Refinanciamento de veículos: confira o guia
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O refinanciamento de veículos é uma forma de conseguir crédito de uma instituição financeira por meio da alienação do veículo. Nesse caso, o banco faz o empréstimo, e tem o veículo como garantia e segurança em caso de parcelas não pagas.

Essa modalidade de empréstimo é útil quando as parcelas do empréstimo "convencional" ficam  "pesadas" e se torna difícil manter os pagamentos em dia. O refinanciamento de veículos pode ser a alternativa para reorganizar as suas finanças e se manter sem dívidas. Neste artigo, você vai saber tudo sobre como funciona essa modalidade.

O que é o refinanciamento de veículos?

O refinanciamento de veículo é basicamente a troca de um contrato de empréstimo por um novo para garantia de pagamento de parcelas. O refinanciamento torna possível realizar alterações nos prazos de vencimento e valores contratados. 

Essa pode ser a solução para acabar com a inadimplência e fazer com que as pessoas tenham autonomia e facilidade em sair das dívidas. E, para empresas, pode garantir que o trabalho de cobrança diminua e tenha até mesmo uma redução das taxas de juros. 

Por fim, ao escolher essa modalidade de crédito, o consumidor deve procurar sempre por soluções melhores do que a que já utiliza, seja um benefício no número de parcelas ou na taxa de juros.

Como funciona o refinanciamento de veículos?

Essa é uma das dúvidas que podem surgir quando pensamos em refinanciar um veículo, e isso porque existem algumas regras para o funcionamento dessa modalidade. Confira abaixo:

COmo vender um carro financiado
Refinanciamento de veículo pode ser a solução para escapar da inadimplência de outras modalidades de crédito
Crédito: Divulgação
toggle button

O veículo permanece no nome do atual proprietário

Para realizar um refinanciamento, é preciso saber que o tomador do crédito fica de certa forma preso à instituição financeira, ou seja, se o empréstimo for de 45 meses, apenas após o término do prazo do contrato, o automóvel deixa de estar preso ao pagamento de crédito. Ou após o adiantamento de parcelas.

Dessa forma, apesar de nessa situação, os documentos do automóvel permanecem no nome do proprietário e ele pode utilizá-lo normalmente, em qualquer momento que se fizer necessário. Nesse caso, o bem só é retirado do dono em caso de inadimplência.

Crédito aprovado de acordo com o valor de mercado

Nesse caso, a regra é simples, quanto mais novo for o automóvel, maior será o valor que você vai conseguir da instituição financeira, pois o veículo oferecido é mais valioso e pode ser vendido em caso de parcelas não pagas. A quantia emprestada varia, mas em alguns casos pode chegar de 90% a 100% e a avaliação segue a tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Veículos com até 10 anos de fabricação

Como garantia para o refinanciamento de carros é importante saber que qualquer modelo com até 10 anos de fabricação pode ser utilizado, por isso é necessário fazer uma consulta direto com a instituição financeira que vai conceder o crédito.

Prazo de quitação do valor

Com relação ao prazo de quitação do financiamento, também tem variação de acordo com a instituição responsável. Ou seja, é preciso fazer a consulta de forma individual para saber se o tempo será de 40/50 ou até 60 meses.

Financiamento de carro
O valor do refinanciamento de veículo pode ser de até 100% do valor do carro, de acordo com a instituição
Crédito: iStock
toggle button

Refinanciamento x financiamento

Muitas pessoas confundem esses dois termos e ficam na dúvida sobre qual é o mais adequado. Por isso, é importante saber que o refinanciamento é uma forma de empréstimo em que o próprio automóvel é colocado como garantia e o interessado deve ter um bem quitado (no caso, o carro) para utilizar essa modalidade. 

Além disso, o refinanciamento de veículos possui taxas de juros mais baixas que o empréstimo convencional e permite com que o número de parcelas seja maior, ou seja, você consegue pagar um mesmo valor em um tempo mais extenso com valores menores. 

Já no caso do financiamento, é quando uma instituição bancária libera o valor para pagamento do automóvel (o dinheiro não é destinado ao comprador do carro, e sim ao vendedor, seja uma agência de veículos, uma concessionária ou um particular) e são geradas parcelas para que o proprietário quite o veículo junto a instituição financeira.

Refinanciamento de veículo Santander: como funciona?

E se você quer saber como funciona o refinanciamento de veículo do Santander, vamos te explicar. Conhecido como empréstimo com garantia de veículo ou UseCarro, é uma linha de crédito em que o comprador utiliza seu próprio veículo como garantia do contrato. Sendo assim, as taxas de juros e condições de pagamento são sempre as melhores. 

Se quiser ter acesso a essa modalidade de crédito, é preciso ter um automóvel no seu próprio nome e estar com todos os documentos em dia. Porém, se tiver IPVA em atraso, uma parte do valor deve ser usado para quitar essa dívida. 

No caso do refinanciamento de veículos do Santander, o valor está disponível apenas para correntistas, pois as parcelas são cobradas em débito automático e a quantia liberada pode ser até 70% do preço médio do mercado e o carro deve ter no máximo 5 anos. Já as taxas de juros variam de acordo com o seu perfil de consumidor.

Quem pode aderir ao refinanciamento Santander?

Como citamos, é preciso ser correntista do Santander para participar do refinanciamento. Veja abaixo a documentação necessária:

  • RG e CPF ou CNH;
  • Comprovante de residência;
  • Documentação do veículo;
  • Comprovante de renda.
  • Análise de crédito após envio dos documentos.
  • Por fim, em caso de aprovação, faça a vistoria do automóvel para analisar se está em um bom estado de conservação e conseguir a liberação do banco. 

    Conheça a nossa plataforma de anúncios, aqui você encontra inúmeras opções de veículos para anunciar ou comprar. E o melhor é que todo o processo pode ser feito sem sair de casa, e você consegue comparar os preços em várias localidades. Confira!

    Comentários