Serviços extras oferecidos na revisão: como fugir?

Muitas concessionárias têm a prática de cobrar por outras conveniências durante a manutenção do carro. Aprenda a escapar

  1. Home
  2. Bolso
  3. Serviços extras oferecidos na revisão: como fugir?
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Você leva seu carro para fazer a revisão ou meramente trocar o óleo e o atendente da concessionária fala em acréscimos de trabalhos. Estes serviços extras aumentam consideravelmente o orçamento final. Mas você não pode apelar ao mecânico de confiança pois precisa manter o atendimento na loja oficial para não perder a garantia. Afinal, o que fazer para fugir destes adicionais e não ser enrolado?

Conversamos com alguns consultores da AEA (Associação Brasileira de Engenharia Automotiva) e da SAE Brasil (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade) e conseguimos algumas dicas de como evitar (ou mesmo amenizar) os efeitos desse costumeiro procedimento, conhecido popularmente pelo mercado como "empurroterapia".

Dica 1: pesquise a loja antes

Antes de levar seu carro ou moto, pesquise sobre as concessionárias nas quais você pretende solicitar o atendimento. Na internet exitem páginas de defesa do consumidor - como Reclame Aqui e Proteste - que mostram como é a reputação de todas as lojas. Fica mais fácil para quem mora em cidades grandes, que têm mais revendas de uma mesma fabricante.

Dica 2: saiba o que a revisão normal inclui

A primeira dica é se informar sobre o serviço de manutenção que seu carro ou moto irá fazer - mesmo que seja apenas uma troca de óleo. Ler o Manual do Proprietário torna-se essencial, já que ele costuma informar o que é feito em cada revisão (da primeira até a de 60 mil km) e pode incluir os custos fixos desses serviços, prazos de entrega e esquemas de agendamento.

Quando trocar o óleo do carro: imagem mostra uma mão colocando óleo no motor
icon photo
Legenda: Foi trocar o óleo e a conta ficou cara demais? Anule alguns serviços extras
Crédito: iStock

Dica 3: mostra que você entende!

Você não precisa ser um especialista do assunto, mas não demonstre ao atendente da loja que ele parece "falar grego". Mais uma vez: pesquise sobre o que deve ser feito, dê uma boa lida sobre o assunto e demonstre conhecimento a quem te atender. Se for possível ficar na loja para acompanhar o serviço, fale sobre as peças e pergunte a respeito do novo óleo, por exemplo.

Acredite: o técnico da oficina vai perceber que você não é desinteressado e certamente pensará duas vezes antes de tentar vender algo a mais. De acordo com especialistas, as pessoas que costumam ser mais lesadas na "empurroterapia" são as que se mostram mais leigas sobre o assunto automotivo.

Dica 4: fuja dos serviços extras

A tentativa de emplacar um trabalho adicional tem explicação: muitos atendentes recebem comissão por vários destes "extras" - afinal, a concessionária não é proibida de oferecer outros serviços além da revisão. Também desconfie de orçamentos gigantes. Se você simplesmente não gostar da ordem de serviço apresentada, procure outra concessionária.

Limpeza dos bicos injetores

Este é um dos mais comuns de ser oferecido. Pode acreditar: em determinadas situações esse serviço pode até ser necessário e surtir bons resultados - mas isso é raro. O que não deveria existir é limpeza preventiva desses componentes. Portanto, se essa opção aparecer em sua ordem de serviço sem que o carro tenha apresentado falhas ou passado por uma avaliação específica, peça para retirar.

Alinhamento

O serviço de alinhamento é outro conhecido. Ele é recomendado a cada 10 mil km, mas você mesmo consegue verificar se é realmente necessário - pneus "comidos" na parte lateral da banda de rodagem, direção que vibra demais ou puxa para um dos lados e trepidação das rodas são alguns dos sinais. Seu carro não tem nada disso? Descarte.

Higienização do ar-condicionado

Este é orientado a ser feito a cada 20 mil ou 30 mil quilômetros, de acordo com cada montadora. Pode custar até R$ 200 em uma autorizada, mas dá para ser feito em casa. Para isso, basta aplicar um spray bactericida nas saídas de ar com o modo recirculação ligado, vidros fechados e temperatura baixa.

Homem faz revisão em motor do carro
icon photo
Legenda: Limpeza dos bicos injetores preventiva não existe! Faça o serviço apenas em caso de falhas
Crédito: Reprodução
Comentários