Uso correto do ar-condicionado poupa combustivel

E possível gastar menos com o sistema ao seguir dicas simples e, assim, continuar a se refrescar nos dias mais quentes

  1. Home
  2. Bolso
  3. Uso correto do ar-condicionado poupa combustivel
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Como usar o ar-condicionado do jeito certo? Acredite, existem jeitos e jeitos para não gastar tanto combustível com esse equipamento - que de alguns anos para cá deixou de ser item de conforto e conveniência para se tornar um dos pilares da segurança dentro de um carro - ou você vai dizer que o ar-condicionado não ajuda a desembaçar o para-brisa naqueles dias de chuva forte?

Por conta disso, vamos listar algumas dicas para você usá-lo do jeito certo e, em certos momentos, até economizar uma grana, já que o ar-condicionado é alimentado pelo combustível do carro e pode interferir em até 20% do consumo do motor de acordo com a utilização, segundo especialistas.

Como usar o ar-condicionado

1. Resfriar um carro que estava sob o sol

Sabe aquela situação em que o carro fica muito tempo sob o sol e parece se transformar em uma panela de pressão? Existe um jeito de gastar menos combustível em vez de atolar o ar-condicionado na temperatura mais fria. Primeiro abra todas as portas e os vidros do carro e espere um minuto (se for possível, obviamente). Feche as portas, ligue o carro e saia com os vidros abertos.

Com isso, o calor de dentro deve sair aos poucos. Aí sim ligue o ar-condicionado. Não precisa ser no máximo, já que o calor acumulado já vai ter saído da cabine. Desse jeito, você não precisa colocar o sistema na condição mais gelada e poupa combustível - e consequentemente uma grana.

2. Devo usar o ar em dias frios?

Isso vai do gosto do motorista e dos passageiros a bordo. Mas aqui precisamos lembrar que condicionar o ar não significa que tenha que ser no frio. Em dias gelados, por exemplo, pode ser condicionado a ficar quente.

Além disso, quando a temperatura do lado de fora é menor que a de dentro os vidros tendem a embaçar - e, nessa situação, o ar-condicionado pode ser usado para desembaçá-los rapidamente.

Hyundai HB20S Diamond Plus 1.0T 2020
Ar-condicionado do HB20S, assim como no Virtus e no City, tem um display digital central
Crédito: Ricardo Rollo/WM1

3. Na estrada: ar-condicionado ou vidros abertos?

Isso depende. Segundo especialistas, até 60 km/h é mais econômico deixar os vidros abertos. A partir de 70 km/h, porém, o arrasto aerodinâmico gerado pelos vidros abaixados aumenta mais o consumo do que o ar-condicionado ligado - portanto, a partir dessa velocidade é melhor ligar o equipamento.

4. Devo sempre usar o recirculador interno?

Apostamos que já aconteceu de você passar por um rio que estava longe de ser cheiroso ou mesmo atrás de um caminhão que soltava bastante fumaça, reparar que o cheiro invadiu a cabine e nesse momento ligar o botão de recirculação interna - aquele que impede que o ar de fora entre no carro.

Isso é o correto a ser feito justamente para que maus cheiros não invadam o habitáculo, mas precisamos frisar que deixar esse sistema sempre ligado - como muita gente faz - não é bom. Isso porque o ar interno começa a ficar viciado e com pouco oxigênio, além do fato de consumir mais combustível. Portanto, use essa opção só quando for estritamente necessário.

5. Não esqueça de fazer a manutenção

Procure a cada seis meses ou um ano - de acordo com o manual do proprietário de cada automóvel - fazer a manutenção preventiva do ar-condicionado, afinal é melhor manter o sistema bem cuidado do que não tratar e ter que lidar com gastos ainda maiores.

Se for o caso de optar por uma empresa especializada, procure sempre verificar as mangueiras, a pressão do gás e ainda o filtro de partículas - que quanto está sujo, mais atrapalha que ajuda. Uma manutenção bem-feita significa que o ar-condicionado funciona em sua melhor condição e, consequentemente, gasta menos combustível.

Filtro de ar-condicionado sujo e limpo
Filtro de ar-condicionado sujo e limpo: troca é recomendada nas revisões, portanto fique atento
Crédito: Reprodução
Comentários