VW, GM e Fiat no mesmo barco chinês

As duas maiores fábricas de automóveis da China se unem e cria uma marca detentora de modelos da Volkswagen, General Motors e Fiat
  1. Home
  2. Bolso
  3. VW, GM e Fiat no mesmo barco chinês
Rodrigo Samy
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Imagine a seguinte situação, no Brasil: uma marca para lá de mirabolante, que nasce para produzir na mesma linha de montagem os automóveis resistentes da Volkswagen, os carros de luxo da Chevrolet e os práticos veículos da Fiat. Será que essa mistura daria certo? Pois desde o dia 26 de dezembro esta história se tornou real na China, com a fusão da Shanghai Automotive Industry Corp. SAIC e da Nanjing Automobile Corp. NAC. As duas empresas são as maiores montadoras de automóveis daquele país.

A idéia das duas estatais pertencem a diferentes províncias chinesas foi se unir para criar uma empresa global, altamente competitiva. O acordo estava sendo estudado há cinco meses e havia uma grande expectativa do mercado mundial de automóveis.

A SAIC é responsável pela produção de veículos da General Motors e da Volkswagen na China. São produzidos por lá veículos similares ao Chevrolet Vectra, Omega, Celta e Captiva. Ao mesmo tempo a empresa fabrica um veículo limusine denominada de Roewe, novo nome da antiga empresa britânica Rover, assim como modelos da Volkswagen: Santana, Gol e Polo.

Já a NAC é a responsável por ressuscitar os carros esportes da inglesa MG e por representar a Fiat no país. Em sua planta são fabricados os automóveis similares aos Palio e Strada, assim como os utilitários da Iveco.

Conforme o contrato, os executivos da SAIC participação acionária de 75% administrarão a nova empresa e a NAC ficará com 25%.

Para transformar tudo em uma única empresa a SAIC pagou US$ 285 milhões. A principal vantagem do acordo é poder utilizar a planta da MG na Inglaterra, ou seja, comercializar os veículos chineses na Europa.

Só a SAIC, detentora da General Motors e da Volkswagen, vendeu 500 mil unidades no primeiro semestre de 2007 no mercado interno chinês.

Leia também:

Chinês made in Mercosul

Chery apresenta na China sedãzinho baseado no QQ

Chery QQ pode ser o primeiro chinês a ser vendido no Brasil Quer comprar?

Tormento chinês

Carros elétricos: realidade já na China

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors