Como saber se a embreagem está ruim? Veja aqui!

Descubra os sinais de que há algo de errado com o componente e veja dicas de como prolongar a sua vida útil

  1. Home
  2. Graxa
  3. Como saber se a embreagem está ruim? Veja aqui!
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Como saber se a embreagem está ruim? Se você suspeita que seu carro está com esse problema, mas não quer gastar com oficina sem antes ter certeza, confira nossas dicas e aprenda mais sobre o seu próprio veículo.

Ter um carro é como ter um filho, já ouviu isso? Aprende-se a conhecê-lo a cada probleminha, mas, diferentemente do filho, o carro vem com manual, e alguns processos são praticamente os mesmos, não importa o modelo do veículo. Com a embreagem funciona dessa forma também!

O conjunto mecânico da embreagem tem um papel importante para a dirigibilidade e o bom desempenho de um automóvel com câmbio manual. Se você não sabe ao certo se a embreagem do seu carro opera como deveria, acompanhe o nosso raciocínio e descubra!

O que é embreagem?

A embreagem tem como principal função interromper a transmissão de torque do motor para o câmbio, isso para permitir a troca de marchas. Sem ela, seria difícil a sincronização entre as engrenagens. Assim, as marchas poderiam colidir, na tentativa de encaixe.

Mas todos os carros têm embreagem?

Todos os carros que têm câmbios convencionais precisam da embreagem para realizar o que acabamos de descrever. Carros automáticos não utilizam a peça em sua forma convencional, porque as trocas de marcha ocorrem na medida em que o carro sente a necessidade de mais força. É um processo que não precisa do motorista para acontecer.

Embreagem ruim perde potência

Se o seu veículo perdeu potência, especialmente quando está em rodovias e em alta velocidade, isso pode ser um indício de que algo não está bem com a embreagem do seu carro. Quando a peça está ruim, o carro fica mais fraco, e isso pode ser consequência dos danos no disco do sistema, o que desregula o volante do motor.

Como saber se o disco de embreagem está ruim?

Alguns sinais podem dizer que o disco de embreagem está ruim. Por exemplo, se você ouve ruídos, como se fossem arranhados, durante a troca de marcha. Isso pode ser um “belo” sinal de que a peça está desgastada.

Outro indicativo é constatar que o pedal da embreagem está pesado e duro. Você também pode reparar se o seu veículo está com trepidação excessiva. E, ainda, se "patina" ou dá trancos nas partidas e arrancadas.

Disco de embreagem
icon photo
Legenda: Cuidado para não superaquecer os componentes da sua embreagem
Crédito: Divulgação

Será embreagem queimada?

O sinal de que a embreagem pode estar queimada é a dificuldade para fazer a troca de marchas. Resistência no momento de mudar a marcha é um forte indicativo de que o conjunto queimou ou está prestes a queimar. Sendo assim, é fundamental levar o carro a uma oficina para que os danos não se tornem ainda maiores.

Caixa de marcha está ruim, e agora?

Quando o câmbio está ruim, você geralmente percebe que há um barulho estranho. A também chamada de caixa de marcha faz a transmissão do movimento gerado pela força do motor para as rodas do veículo, o que garante a velocidade ao carro.

Quando há um problema, o motorista também pode perceber:

  • cheiro de óleo queimado
  • marchas que não encaixam de forma suave nas trocas
  • vazamentos de óleo
  • carro que vibra excessivamente na hora de trocar as marchas
  • Estes problemas ocorrem principalmente por causa do atrito gerado ao sistema. E, na prática, quando a fricção entre o disco da embreagem e o volante do motor é excessiva, já que as marchas perdem estabilidade.

    O que fazer quando a embreagem está ruim?

    O mais indicado a fazer quando a embreagem está ruim é buscar uma oficina especializada para fazer manutenção corretiva. Com o conhecimento de um mecânico de confiança ou a expertise do serviço da concessionária, será possível reparar o sistema, trocar os componentes e demais peças desgastadas.

    Qual é a vida útil de uma embreagem?

    O intervalo de troca da embreagem de um carro ocorre a cada 100 mil ou 150 mil quilômetros rodados. Mas o mau uso pode fazer com que esse tempo diminua. Quando a embreagem não está do jeito mais adequado, ela interfere não apenas na vida útil da peça, como na dirigibilidade.

    torque do motor, por exemplo, precisa da máxima segurança para evitar a ‘patinação’ da embreagem ou falha na sincronização dos movimentos entre propulsor e câmbio.

    Pode haver também perdas no sistema de comando, que é composto por uma série de elementos transmissores de forças: mancais, cabos, alavancas, molas de retrocesso... Os danos também ocorrem pelo atrito, que interfere na força necessária para acionamento do pedal.

    Por fim, o pedal. A mola membrana tem papel fundamental nesse processo. Se a embreagem se desgasta, há alteração na posição dessa mola, o que aumenta a força (e o desconforto) do motorista ao pisar. Uma dica para evitar o desgaste precoce do sistema é evitar "descansar" o pé no pedal da embreagem enquanto dirige.

    Dicas automotivas é na Webmotors!

    Conhecer mais sobre o seu próprio carro ajuda a não ir a toa à oficina, mas não dispensa uma visitinha quando há sinais claros de que algo está errado. Filho não vem com manual, mas carro sim. Conte com a Webmotors para aquela forcinha!

    Além de ver outros conteúdos sobre câmbio e embreagem aqui no WM1, ainda dá pra conhecer os modelos de automóveis — manuais e automáticos — no nosso Catálogo, com todas as versões de carros 0 km à venda no país, inclusive preços, equipamentos e ficha técnica. Confira!

    Comentários